Hoje é 23 de junho de 2024 20:59
Hoje é 23 de junho de 2024 20:59

Adriana Accorsi quer construir frente ampla além dos partidos de esquerda

Deputada afirma que continuará exercendo o mandato simultaneamente com as tarefas pré-eleitorais, buscando conciliar as obrigações em Brasília com as articulações em Goiânia
Deputada federal Adriana Accorsi, pré-candidata a prefeita pelo PT: “Lançamos o movimento Somar por Goiânia para sair dessa questão de um partido, minha proposta é unir todos” // Foto: Hellen Reis/Alego

Distante de radicais, a deputada federal Adriana Accorsi (PT) trabalha na pré-campanha a prefeita de Goiânia para construir alianças com o maior número de partidos possível. Para a pré-candidata, Goiânia precisa de união das forças políticas “para cuidar da cidade”.

“É uma situação triste que estamos passando hoje em Goiânia, de abandono, de descaso e que precisa disso. Nossa visão para Goiânia é de união, em que cada voz é importante e o conhecimento e a seriedade são nossas ferramentas”, afirma a deputada, ao pontuar que o diálogo está aberto com todas as pessoas.

“Independentemente de crença política, afiliação partidária ou fé religiosa, queremos chamar todos para somar por Goiânia, construindo juntos um futuro vibrante, inclusivo e transformador”, conclama.

Adriana Accorsi, que foi o primeiro nome a consolidar pré-candidatura na capital, atendendo a pedido do presidente Lula (PT), afirma que a proposta é uma gestão compartilhada com as forças políticas de Goiânia desde já na campanha.

“Por isso estou buscando construir uma frente ampla que saia de esquerda, que quebre isso, que seja realmente preocupada com a cidade”, acrescenta.

Além de partidos abertos ao diálogo, a deputada tem conversado com as “forças vivas” da cidade, como a associação de moradores, grupos que cuidam do meio ambiente e pessoas em situação de rua, católicos, evangélicos.

“São vários partidos já que fazem parte da nossa aliança, mas eu quero muito ampliar e demonstrar esse nosso intuito de fazer uma gestão muito democrática, sem extremismo de partido nenhum”, conclui.

Sobre o andamento da pré-campanha há seis meses da eleição, a deputada afirma que continuará exercendo o mandato simultaneamente com as tarefas pré-eleitorais, buscando conciliar as obrigações em Brasília com as articulações em Goiânia.

“Já estamos bastante empenhadas na pré-campanha, bastante organizada, com muitas ações acontecendo, mas eu não deixo meu trabalho parlamentar, o trabalho de trazer recursos para o Estado de Goiás, sobretudo para a saúde, que mais precisa, mas também para a segurança, para a educação, infraestrutura”, garante.

“Então estou bastante empenhada também em continuar o meu mandato como deputada federal e ao mesmo tempo queremos intensificar as ações aqui na pré-campanha”, finaliza.

Compartilhar em:

Notícias em alta