Hoje é 21 de fevereiro de 2024 10:45
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 10:45

Aeronave com 379 pessoas colide com avião e fica chamas no aeroporto de Tóquio

Equipe da Guarda Costeira japonesa se preparava para prestar auxílio às cidades afetadas pelo terremoto de magnitude 7,6 que atingiu a região na segunda-feira (1º), deixando 48 mortos
Passageiros do avião foram retirados antes do incêndio na aeronave // Foto: Issei Kato

No começo da manhã desta terça-feira, dia 2, um acidente ocorreu no aeroporto de Haneda, em Tóquio, quando um avião da Japan Airlines, com 367 passageiros e 12 tripulantes a bordo, colidiu com uma aeronave da Guarda Costeira do Japão na pista de pouso.

A colisão resultou em explosões instantâneas em ambas as aeronaves. De acordo com informações da rede estatal japonesa NHK e da agência estatal Kyodo, cinco dos seis tripulantes da aeronave da Guarda Costeira perderam a vida no acidente.

A empresa aérea confirmou que todas as 379 pessoas que estavam a bordo foram evacuadas a tempo. Imagens da TV pública japonesa NHK mostram o momento do choque entre os dois aviões, ocorrido enquanto o avião da Japan Airlines estava em deslocamento na pista.

A Guarda Costeira japonesa informou que o piloto da sua aeronave conseguiu escapar, porém está internado em estado grave. O avião da Guarda Costeira estava prestes a decolar em direção à base militar de Niigata, na costa oeste do país, com o propósito de prestar auxílio às cidades afetadas pelo terremoto de magnitude 7,6 que atingiu a região na segunda-feira (1º), deixando 48 mortos e mais de 100 mil famílias desabrigadas.

O tremor desencadeou aproximadamente 100 réplicas na região de Ishikawa, no oeste do Japão, acompanhadas por alertas de tsunamis com ondas de até 5 metros. O alerta permaneceu ativo por quase 24 horas e foi retirado na manhã desta terça-feira.

A aeronave da Japan Airlines envolvida no incidente era um voo comercial destinado a Hokkaido, no norte do país, conforme informado pela companhia aérea.

Compartilhar em:

Notícias em alta