Hoje é 29 de fevereiro de 2024 02:26
Hoje é 29 de fevereiro de 2024 02:26

Alvo de ataque, Jovair Arantes é defendido por aliados do prefeito Rogério Cruz

Secretário de Governo foi exposto pelo vereador Igor Franco, que usou a tribuna da Câmara Municipal nesta quarta-feira para tentar desqualificar o auxiliar do prefeito, exibindo informações sobre uma operação policial de 2020
Vereador Igor Franco e o secretário de Governo Jovair Arantes: parlamentar ex-aliado do Paço Municipal usou a tribuna para criticar Arantes // Foto: reprodução

O vereador Igor Franco (Solidariedade) usou a tribuna da Câmara Municipal de Goiânia nesta quarta-feira (20/12) para atacar o secretário de Governo da capital, Jovair Arantes. O político usou uma operação policial de 2020 contra Jovair, quando ele era secretário do Ministério do Trabalho. À época a Polícia Federal deflagrou a Operação Gaveteiro para investigar suspeita de desvio de R$ 50 milhões pelo antigo Ministério Trabalho, que ocorreram entre os anos de 2016 e 2018. Jovair foi um dos alvos, mas teve pedido de prisão negado pela Justiça.

No início deste ano, Jovair Arantes foi nomeado secretário de Governo com objetivo de estreitar os laços da prefeitura com a Câmara Municipal. Jovair foi vice-prefeito de Goiânia e deputado federal por diversos mandatos, quando ainda era filiado ao PTB.

Igor Franco exibiu, no plenário da Câmara, reportagem e informações sobre a investigação contra Jovair, tentando desqualificar o auxiliar do prefeito. Vale lembrar que as críticas contra o político surgem após o grupo de vereadores denominado Vanguarda, que era aliado do prefeito, perder espaço na gestão de Rogério Cruz (Republicanos).

“Estou trazendo à memória a população. Eu trouxe aqui hoje algumas matérias da época, mandados de busca e apreensão envolvendo o sr. Jovair Arantes. O Jovair o tempo todo trabalha olhando para o próprio umbigo e da família. Ele quer que a prefeitura doe a área pro irmão dele”, comentou Franco, após as críticas contra Jovair ser rechaçadas por outros vereadores.

Um dos que defenderam Jovair Arantes, o vereador Juarez Lopes (PDT) destacou o currículo de Jovair, lembrando que ele foi vereador, vice-prefeito de Goiânia e presidente da Comurg. Ele pediu para separar brigas pessoas da vida política. “Deputado Jovair Arantes é ímpar nesse governo, está ao lado do prefeito Rogério Cruz”, disse.

Outro a defender Jovair, Anderson Bokão (Solidariedade) pontuou que “ninguém será condenado sem o trânsito em julgado”. Ele considerou o episódio como negativo para a Câmara e apontou suposto oportunismo do denunciante.

“Quando estava na base, não falava, agora apresenta supostas denúncias. A experiência do Jovair no cenário político de Goiás o credencia para fazer esse meio de campo na relação da prefeitura com o Legislativo”, falou Bokão ao PORTAL NG.

Todos nós homens públicos temos problemas’

Líder do prefeito, Anselmo Pereira (MDB), também condenou os ataques de Igor Franco: “Acho extremamente desnecessário confundir a subjetividade da pessoa com o trabalho que ela exerce”

Anselmo pontuou que as discussões no Legislativo devem se pautar no campo da politica, da ideologia ou das ideias, excluindo o campo da subjetividade.

“Eu estou contrariado. Todos nós homens públicos temos problemas”, advertiu, citando o currículo de Jovair Arantes.

“Jovair tem uma longa história de vida pública, passou por essa casa, foi deputado federal por seis mandatos, está sentado em cadeira do poder Executivo como manda a lei… Nós estamos aqui para trabalhar em benefício do povo, não para interesses políticos pessoais. Há um engano sobre isso”, finalizou.

Compartilhar em:

Notícias em alta