Hoje é 22 de fevereiro de 2024 05:12
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 05:12

Após cirurgia de separação, gêmeas siamesas respiram com ajuda de aparelho

Procedimento foi realizado nesta quarta-feira, em Goiânia, por cerca de 50 profissionais e durou 15 horas; Valentina e Heloá Prado são acompanhadas pelo pediatra Zacharias Calil

Após 15 horas de cirurgia de separação, as gêmeas siamesas Valentina e Heloá Prado, estão internadas em estado grave e respirando com ajuda de aparelhos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Estadual da Criança e do Adolescente, em Goiânia. O procedimento terminou por volta das 20h desta terça-feira (11/1) e foi realizado pela equipe médica do pediatra Zacharias Calil.

Ao todo, 50 profissionais participaram da cirurgia. Ao final da separação, as meninas passaram pela reconstrução, que terminou por volta de meia noite.

O boletim médico desta quinta-feira (12/1) informou que as duas estao usando medicamentos para o controle da pressão arterial e antibiótico. Além disso, elas permanecem em dieta zero e com boa diurese.

De acordo com Zacharias Calil, as meninas serão acompanhadas por uma equipe preparada e, após a liberação do período mais crítico, as meninas serão levadas para a enfermaria da unidade de saúde. 

Valentina e Heloá eram unidas por parte do tórax, abdômen, bacia, fígado, intestinos delgado e grosso e genitálias. Elas eram acompanhadas pela equipe médica desde o primeiro ano de vida.

Em março deste ano, as gêmeas chegaram a passar pela última cirurgia, onde foram colocados expansores de pele, para que fosse possível realizar a separação. 

As meninas são do interior de São Paulo e há dois anos estão em tratamento na capital goiana.

Compartilhar em:

Notícias em alta