Hoje é 22 de fevereiro de 2024 04:15
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 04:15

Bia de Lima acredita na união de Vanderlan e Adriana Accorsi

Deputada diz que senador já acenou e “fez um diálogo extremamente positivo e interessante” em relação à pré-candidata petista; nova rodada de conversa deve acontecer em breve
Deputada Bia de Lima: “Estamos trabalhando para ampliar o leque de alianças para que a deputada Delegada Adriana Accorsi possa ser a próxima prefeita de Goiânia” // Foto: NG

Um dos principais nomes do PT em Goiás, a deputada estadual Bia de Lima vê chance real de união entre o senador Vanderlan Cardoso, presidente estadual do PSD, e a deputada federal Adriana Accorsi (PT) na disputa da prefeitura de Goiânia, em outubro. Seguindo orientação nacional, o PT quer dialogar com partidos além do campo da esquerda.

“Estamos trabalhando para ampliar o leque de alianças para que a deputada Delegada Adriana Accorsi possa ser a próxima prefeita de Goiânia”, afirma.

“E nesse leque de alianças temos conversado com o senador Kajuru, com o senador Vanderlan, para que a gente possa ter efetivamente as mudanças na administração de Goiânia que tanto está fazendo falta”, acrescenta Bia de Lima.

Ao PORTAL NG, a deputada, que também é presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), diz ainda que Vanderlan já acenou e “fez um diálogo extremamente positivo, extremamente interessante” em relação à pré-candidata petista. Uma nova rodada de conversa está prevista para acontecer quando o senador retornar de viagem.

“Assim que ele voltar, nós construiremos com certeza uma chapa vitoriosa para a Goiânia, porque queremos que o setor empresarial, o setor do comércio, produtivo possa também estar compondo a chapa da deputada Adriana”, ressalta.

Na opinião da parlamentar, Goiânia “quer uma mulher prefeita”.

“Essa mulher será a deputada Adriana e eu não tenho dúvida que nós poderemos buscar não apenas os partidos de esquerda, mas de centro e centro-direita pra juntos podermos não só disputar, mas disputar pra ganhar a eleição”, avalia.

“É com esse propósito que o diálogo caminha e caminha de forma muito produtiva, de forma muito efetiva”, conclui.

Compartilhar em:

Notícias em alta