Hoje é 22 de fevereiro de 2024 03:46
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 03:46

Bombeiro do Distrito Federal é preso por suspeita de atirar em mulher

O autor do disparo foi preso em flagrante em Alto Paraíso de Goiás e teve sua arma de fogo apreendida; Corporação afirmou que ele será punido administrativamente após conclusão da investigação do caso
Estado de saúde da mulher não pôde ser atualizado, pois seu nome e nem o local de atendimento foram divulgados

Um bombeiro do Distrito Federal foi detido neste domingo (28) sob a acusação de ter disparado um tiro na cabeça de uma mulher após uma briga em um bar em Alto Paraíso de Goiás, no nordeste de Goiás. Um vídeo registrado no local mostra dois homens trocando socos, com a intervenção do militar. Fora do estabelecimento, ele teria efetuado disparos em direção ao carro de um dos envolvidos na briga, atingindo a mulher.

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal afirmou em nota à imprensa que está acompanhando as investigações e, se as informações forem confirmadas, tomará as medidas administrativas necessárias. O nome do militar não foi divulgado, impossibilitando a identificação de sua defesa. Nossa reportagem não conseguiu atualizar o estado de saúde da mulher porque seu nome e nem o local de atendimento foram divulgados.

As imagens revelam a cena da briga, onde dois homens estão no chão próximo ao caixa, sendo interrompidos pelo militar, que também cai durante a intervenção. Após uma discussão com outro homem, as mulheres tentam separar a confusão, e os homens são contidos. Posteriormente, o bombeiro militar, ainda em confronto verbal, atira na direção do carro de um dos envolvidos, atingindo a mulher.

O militar, armado, retorna ao bar momentos depois. A motivação inicial da briga e se o militar conhecia as pessoas envolvidas não foram informadas. O estado de saúde da vítima baleada não foi atualizado até o momento da publicação desta reportagem.

A Polícia Militar foi acionada, detendo o bombeiro em flagrante e apreendendo sua arma. O estabelecimento se colocou à disposição da polícia, repassando todas as filmagens da confusão. Expressaram solidariedade à vítima.

Compartilhar em:

Notícias em alta