Hoje é 21 de fevereiro de 2024 11:54
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 11:54

Caiado promove reunião com 25 deputados da base aliada

Realizado no Palácio das Esmeraldas, o governador colocou em pauta a segunda etapa do programa Goiás em Movimento - Eixo Municípios, além do programa estadual de conservação asfáltica nos municípios, educação, saúde e ICMS
“Nenhum governo está dando conta de fazer o que nós fizemos com o apoio da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, isso tem que ser comemorado por todos nós”, Ronaldo Caiado // Foto: Lucas Diener

O governador, Ronaldo Caiado (UB), promoveu nesta terça-feira (28/11), no Palácio das Esmeraldas, um almoço com 25 deputados estaduais da base aliada de seu governo. O chefe do Executivo aproveitou o encontro para propor uma segunda etapa do programa Goiás em Movimento – Eixo Municípios, que beneficia prefeituras com serviços de conservação asfáltica, drenagem e sinalização horizontal de malha viária urbana, e ainda, investimentos e ações na educação e saúde. Caiado também pautou sobre o ICMS junto aos parlamentares goianos aliados. A coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado e do vice-governador Daniel Vilela, também participaram da reunião.

 “Nós já atendemos 237 municípios, só nove decidiram não aderir. É algo inédito. Ninguém acreditava que daríamos conta de atender o estado inteiro. Hoje, o prefeito só falar qual é a rodovia que nós vamos recuperar”, equacionou o governador.  

“Peço que a gente consiga ter o início da segunda etapa do Goiás em Movimento e das Patrulhas Mecânicas”, solicitou Caiado.

O programa, Goiás em Movimento, coordenado pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), já recebeu do governo estadual R$ 383 milhões em investimentos, destinados a pavimentação de 6.740.794 metros quadrados de rodovias. O ‘Patrulha Mecânica’, programa que executa serviços em vias municipais da zona rural, como a recuperação de estradas vicinais não pavimentadas facilitando o acesso a distritos, assentamentos, escolas rurais, além do escoamento da produção, recebeu R$ 181 milhões do Tesouro Estadual, para a execução de 416 mil obras, em 235 municípios.

Caiado destacou e agradeceu a parceria com os parlamentares no decorrer deste ano, que proporcionou ao governo a continuidade de projetos que beneficiam os mais de 7 milhões de goianos. 

“Nenhum governo está dando conta de fazer o que nós fizemos com o apoio da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, isso tem que ser comemorado por todos nós”, declarou.

O líder do governo na Assembleia, deputado estadual Wilde Cambão (PSD), destacou o trabalho da base na aprovação de projetos importantes.

“Nossa participação tem sido muito positiva para que os resultados possam chegar de forma efetiva à população”, disse o deputado.

Ainda na terça-feira os parlamentares aprovaram em segunda e última votação a ampliação do programa Bolsa Estudo para estudantes do 9° ano do ensino fundamental. Hoje o benefício garante o pagamento mensal de R$ 111,92 aos estudantes matriculados no Ensino Médio da Rede Pública Estadual.

Os parlamentares goianos, na ocasião, reforçaram o apoio ao projeto de reajuste do Imposto sobre Circulação de Mercadores e Serviços (ICMS), que vai garantir o cumprimento da determinação nacional e compensar parte das perdas de arrecadação.

“Todos os Estados já estão com isso em tramitação. Precisamos aprovar na Alego, é uma questão importante. Se ficarmos menor que os outros estados vamos perder arrecadação, vai impactar nos investimentos”, elencou o presidente da Alego, deputado Bruno Peixoto (UB).

Caiado faz alertas à dengue e enchentes

O governador pediu engajamento dos deputados para dois assuntos: o trabalho de combate à dengue nos municípios e a fiscalização de locais que podem sofrer com inundações no período das chuvas.

“Precisamos fazer um trabalho intenso. Para o combate à dengue, estamos montando estratégias de socorro porque o risco de óbito é grande”, frisou Caiado.

Recentemente o Ministério da Saúde (MS) e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), alertaram a região Centro-Oeste para uma possível explosão de casos. O risco maior é para a dengue tipo 3. A linhagem, que ressurgiu no Brasil em 2023, após 15 anos sem surtos ou epidemias, tem casos confirmados em São Paulo e Roraima. No estado amazônico, especialistas do MS alertaram que o sorotipo 3 já é predominante.

Em relação à enchentes e suas consequências, o governo lançou em outubro deste ano a operação Goiás Alerta e Solidário, mobilizando diversas áreas do governo estadual. A ação prevê entrega de donativos, ações preventivas, de socorro e de reconstrução, como recuperação e manutenção da malha asfáltica; melhoria dos acessos a comunidades rurais; busca e salvamento com equipes de especialistas, entre outros.

“Vamos nos envolver também com a identificação de locais de risco por conta das chuvas. Temos uma Operação voltada para isso”, pontuou o governador.

Também participaram do almoço os secretários de Estado da Infraestrutura, Pedro Sales; da Saúde, Sérgio Vêncio; da Educação, Fátima Gavioli; da Economia, Selene Peres; de Relações Institucionais, Lucas Vergílio; e o presidente da Goinfra, Lucas Vissoto.

Compartilhar em:

Notícias em alta