Hoje é 22 de fevereiro de 2024 04:41
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 04:41

Caiado sanciona data-base do funcionalismo e novo piso salarial dos professores

Governador também sancionou lei que concede oficialmente à cidade de Trindade o título de Capital da Fé em Goiás, em reconhecimento à Romaria do Divino Pai Eterno, que atrai anualmente quase três milhões de fiéis em peregrinação

O governador Ronaldo Caiado sancionou, nesta quinta-feira (25/5), a data-base 2023 do funcionalismo público estadual e a adequação dos vencimentos dos professores da rede pública estadual ao novo piso salarial nacional. A revisão anual é determinada no Art. 37 da Constituição Federal e serve para recompor o poder de compra do trabalhador e compensar as perdas inflacionárias do ano anterior. O Governo de Goiás concedeu reajuste de 5,93%, dividido em duas parcelas iguais de 2,92%, uma em maio e a segunda em outubro de 2023. A medida atinge cerca de 80 mil servidores.

“Desde que recuperamos as finanças do Estado de Goiás, estamos repondo o salário dos servidores na ativa e dos aposentados. Nós teremos esse reajuste garantindo aquilo que foi a inflação, junto a todos os salários”, afirma Caiado. A primeira parcela do reajuste já será incluída na folha salarial do mês de maio.

O impacto da correção salarial dos servidores do Poder Executivo será de R$ 292,8 milhões em 2023 e chega a R$ 619 milhões em 2024. O governo considera a medida como valorização da categoria, mas o reajuste parcelado deixou parte do funcionalismo insatisfeita, principalmente porque muitos profissionais enfrentam seguidas perdas salariais decorrentes de não pagamento de datas-bases anteriores.

Professores têm piso reajustado

Também foi sancionado a lei que prevê adequação dos vencimentos dos professores da rede pública estadual ao novo piso salarial nacional, que é de R$ 4.420,55 e, em Goiás, contempla 54 mil servidores da ativa, efetivos e em contrato temporário, aposentados e pensionistas. Para os professores que têm salário-base menor do que o novo piso nacional o aumento pode chegar a até 14,95%, correspondendo a 100% do reajuste do piso nacional de 2023 em relação a 2022.

Para os professores PIII e PIV, que já têm vencimento maior do que o novo piso, o acréscimo alcançará o reajuste da data-base, pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 5,93%. O impacto financeiro da adequação dos vencimentos dos professores envolve recursos de R$ 29 milhões mensais e R$ 319 milhões anuais.

Trindade agora é oficialmente a Capital da Fé

Trindade tornou-se oficialmente a Capital da Fé no Estado. O título foi conferido nesta quinta-feira (25/5) com a sanção do governador Ronaldo Caiado da Lei 21.951/2023, publicada no suplemento do Diário Oficial do Estado. A matéria é de autoria do deputado estadual George Morais, ex-prefeito do município da região metropolitana de Goiânia, e foi aprovada pela Assembleia Legislativa.

Única no mundo dedicada ao Divino Pai Eterno, a Basílica em Trindade tem a maior celebração religiosa da Região Centro-Oeste e a segunda do Brasil. Anualmente, a Romaria de Trindade durante 10 dias, entre os meses de junho e julho, milhões de devotos percorrem a Rodovia dos Romeiros a pé, pela GO-060, entre Goiânia e Trindade.

“Goiás é uma referência no turismo religioso justamente por essa grande celebração que é a romaria do Divino Pai Eterno. É mais um passo para mostrar que sabemos preservar a nossa história e o quanto somos religiosos”, destaca o governador Ronaldo Caiado.

As celebrações em homenagem ao Divino Pai Eterno começaram em 1840, quando um casal de agricultores encontrou um medalhão com a imagem da Santíssima Trindade coroando a Virgem Maria às margens de um córrego de água salobra que banha a cidade.

O achado acabou reunindo famílias de amigos e vizinhos em torno do terço em louvor ao Divino Pai Eterno. A devoção era praticada em ambiente familiar. Como crescia o número de devotos, em 1848 o casal construiu uma pequena capela para que o público tivesse acesso permanente ao medalhão.

Compartilhar em:

Notícias em alta