Hoje é 29 de fevereiro de 2024 02:11
Hoje é 29 de fevereiro de 2024 02:11

Caldas Novas terá nova adutora de água para abastecer toda cidade

A obra concluída, e a ser inaugurada, terá capacidade para transporte de 2 milhões de litros diários e promete resolver o problema de escassez e crises hídricas históricas
A obra de 7,3 km de extensão é fruto do investimento da gestão municipal em um projeto hídrico que prevê investimentos de R$ 30 milhões // Foto: Ascom Caldas Novas

O prefeito de Caldas Novas, Kleber Marra (MDB), realizou uma visita técnica na tarde de ontem às obras da segunda adutora do município que irá acrescentar cerca de 2 milhões de litros diários na produção de água e trará a resolução de longo histórico problema de escassez de água enfrentado pelos moradores locais. A obra de duplicação do sistema hídrico, que já está concluída, é resultado de um investimento de R$ 30 milhões feitos pelo executivo municipal.

“É um dia histórico. Caldas Novas ficou praticamente 35 anos somente com uma adutora, o que não acompanhou seu crescimento populacional e econômico, com um sistema de água insuficiente para atender toda população. Com planejamento e captação de recursos e investimentos conseguimos finalizar essa obra de 7,3 km de extensão. Teremos água com sobra para o nosso povo, com sobra”, destacou o prefeito. 

O diretor-presidente do Departamento Municipal de Água e Esgoto de Caldas Novas (DMAE), Rafael Marra, esclareceu que, embora haja outras etapas pendentes para a conclusão da duplicação da capacidade do sistema de captação e tratamento de água, o cronograma estabelece a entrega total ainda neste semestre.

“Hoje é um dia especial para nossa gestão. São três anos de um trabalho para ajustar a casa e ter condições de retomar esse projeto que estava parado há mais de 10 anos e que hoje se torna realidade na nossa cidade. A população já sofreu muito com o rompimento da única adutora que tínhamos, além dos problemas com a falta de água. Acreditamos que esses problemas não vão mais acontecer, pois a partir de hoje temos duas adutoras na cidade que levarão água para toda nossa população”, destacou Rafael.

O diretor-presidente enfatizou ainda que a presença de duas adutoras fortalecerá a resiliência do sistema, evitando escassez generalizada em caso de rupturas. Isso se deve à operação simultânea dos dois canais de captação, direcionando a água para a estação de tratamento e, posteriormente, para o reservatório de distribuição, pronta para consumo.

Compartilhar em:

Notícias em alta