Hoje é 19 de julho de 2024 21:18
Hoje é 19 de julho de 2024 21:18

Comitiva do banco dos Brics visita Aparecida antes de liberar empréstimo de R$ 750 milhões

Além de obras de infraestrutura, recursos serão na construção de viadutos, escolas e parques ambientais, além da pavimentação de todas as ruas habitadas da cidade
Representante do banco dos Brics elogiaram administração da prefeitura de Aparecida de Goiânia: “Município importantíssimo para o Brasil” // Fotos: Wigor Vieira

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano, recebeu na tarde desta terça-feira (20/2) uma comitiva com representantes do Novo Banco de Desenvolvimento, também conhecido como Banco de Desenvolvimento dos Brics. Os executivos da instituição financeira vieram conhecer os locais que receberão obras custeadas pelo empréstimo de US$ 150 milhões (cerca de R$ 750 milhões). Sediado em Xangai, na China, o banco dos Brics é presidido pela ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

Segundo a prefeitura, as tratativas para assinatura do contrato do empréstimo estão em fase final e devem ser concluídas até o final de março. Em seguida, de acordo com o prefeito, serão iniciadas diversas obras, muitas das quais já licitadas. A meta inicial é pavimentar as ruas habitadas da cidade ainda neste primeiro semestre. Na primeira etapa, cerca de 40 bairros serão beneficiados.

“Com esse financiamento vamos asfaltar 100% das ruas habitadas de nossa cidade. Também vamos construir dois viadutos na BR-153, bueiros, escolas, parques ambientais e CMEIs”, detalhou Vilmar Mariano à imprensa.

O prefeito lembrou que o projeto de universalização do asfalto começou em gestões anteriores: “Esse empréstimo, que começou no governo do Gustavo [ex-prefeito], vem sendo trabalhado com muita seriedade e estamos finalizando para realizarmos o sonho da população, do ex-prefeito Maguito, do Gustavo e meu também, que é levar asfalto a todo o município”.

Os projetos executados através do financiamento, segundo o prefeito, irão melhorar a qualidade de vida dos mais de 600 mil habitantes.

“O asfalto representa muito porque acaba com a lama e a poeira, valoriza os imóveis e melhora a mobilidade urbana. Os Cmeis vão ajudar reduzir o déficit na educação infantil. A cidade também terá novos cartões-postais com a construção de três grandes parques. Enfim, a população aparecidense vai ganhar muito com as obras”, finalizou.

Reconhecemos a importância da cidade’

Alexandre Takahashi, profissional sênior do Escritório Regional das Américas do NDB, destacou que a instituição financeira considera a robustez de Aparecida no cenário nacional e a potencialidade de crescimento a partir do negócio.

“Município importantíssimo para o Brasil e principalmente para Região Centro-Oeste. Aparecida cresce com taxas impressionantes tanto na economia quanto em termos populacionais. Desde o início das tratativas, nós reconhecemos a importância da cidade”, enfatizou.

Alexandre também ressaltou que a prefeitura está credenciada para pleitear financiamentos com moeda estrangeira porque acumula experiências em negociações anteriores como, por exemplo, quando recorreu à Corporação Andina de Fomento (Banco de Desenvolvimento da América Latina) para implantar os eixos viários Norte-Sul e a pavimentação de dezenas de bairros, nas gestões do ex-prefeito Maguito Vilela.

“A experiência muito exitosa da prefeitura em executar projetos de infraestrutura com financiamento externo foi fundamental para nossa avaliação e para aprovação deste projeto [empréstimo]”, enfatizou o representante do Brics ao lado de Zhengyu Yang, líder da equipe do projeto, Igor Zakharov, Jianliang Xiao, Nikita Polishchuk e Ludmila Vidigal Silva, membros da comitiva.

Adiantamos licitação para iniciar obras já em abril’

Procurador-geral do município e coordenador do grupo de trabalho acerca do financiamento junto ao Brics, Fábio Camargo, assegura que Aparecida possuiu as qualificações necessárias para assinatura do contrato e que, em breve, as obras já serão iniciadas em diferentes regiões da cidade.

“Logo após o período chuvoso já teremos máquinas iniciando o trabalho de pavimentação em diversos bairros. Podemos, de acordo com o contrato, antecipar até 20% do valor e, por isso, adiantamos a parte de licitação e vamos iniciar parte das obras até o mês de abril”, antecipou.

O contrato de empréstimo estabelece que a Prefeitura de Aparecida deve injetar nas obras US$ 30 milhões (R$ 150 milhões), a título de contrapartida.

A comitiva de representantes do Brics permanece em Aparecida até esta quinta-feira (22). Os técnicos e executivos da instituição vão conhecer bairros que serão asfaltados com recursos do empréstimo. Eles também irão aos locais onde serão construídas escolas, parques ambientais e viadutos.

Compartilhar em:

Notícias em alta