Hoje é 23 de maio de 2024 22:43
Hoje é 23 de maio de 2024 22:43

Contas da prefeitura de Aparecida têm saldo positivo de R$ 353 milhões

Resultados financeiros referentes ao ano de 2023 foram apresentados pelo prefeito Vilmar Mariano nesta terça-feira, durante sessão da Câmara Municipal
Vilmar Mariano, prefeito de Aparecida de Goiânia: “Desempenho ilustra nosso compromisso e responsabilidade com áreas extremamente importantes para o bom andamento do governo” // Fotos: PORTAL NG/Secom

Com receita superior a R$ 2,5 bilhões e despesas de pouco mais de 2,1 bilhões, as contas da prefeitura de Aparecida de Goiânia fecharam o ano de 2023 com superávit de R$ 353,9 milhões. Os números foram apresentados na manhã desta terça-feira (16/4), durante prestação de contas ao Poder Legislativo feita pelo prefeito Vilmar Mariano (União Brasil) e pelo secretário da Fazenda, Einstein Paniago, no plenário da Câmara Municipal.

Ao detalhar os dados financeiros do ano passado, o prefeito disse que o saldo positivo é fruto de uma gestão responsável e que se preocupa com o desenvolvimento da cidade e com a qualidade de vida dos mais de 500 mil habitantes. E destacou que os investimentos em saúde superam em duas vezes o percentual mínima de 15% da receita líquida. Na educação, que é exigido 25%, foram aplicados 34,38%.

“Investimos 42,48% na saúde. Esse número representa mais que o dobro do que é determinado para administração municipal. Esse desempenho, com certeza, ilustra nosso compromisso e responsabilidade com duas áreas extremamente importantes para o bom andamento do governo”, disse Vilmar, que estava acompanhado da primeira-dama e secretaria de Assistência Social, Sulnara Santana, e dos demais secretários.

O prefeito garantiu aos vereadores que a prefeitura tem boas condições financeiras e fiscais, para continuar investindo no desenvolvimento da cidade: “Tanto tem que lancei um pacote de obras agora de R$ 505 milhões, e as máquinas já estão trabalhando”.

Ao detalhar os resultados financeiros do município, o secretário Einstein Paniago (foto) apontou receitas totais de R$ 2,534 bilhões para despesas de R$ 2,180 bilhões, resultando em um superávit superior a R$ 300 milhões. Sobre despesas, Paniago destacou os custos com serviços e gasto com pessoal. Hoje, são aplicados 48,17% com os servidores municipais. O limite máximo é de 54% e o limite prudencial 51,7%.

Já sobre o endividamento do município, o secretário informou que, hoje, existe uma margem de 63% do limite máximo permitido. Ainda conforme a Secretaria da Fazenda, a dívida consolidada liquida do município é de 37%. A margem para endividamento é de 63% e o limite máximo permitido é de até 120%.

Einstein Paniago avaliou a apresentação das constas públicas municipais: “A prestação foi conduzida em um ambiente democrático e, por isso, parabenizo ao presidente [André Fortaleza] e toda Mesa Diretora. O prefeito Vilmar teve muito sabedoria na maneira de conduzir e na forma de se expressar, traduzindo os números com transparência”, resumiu o secretário da Fazenda.

A prestação de contas transcorreu de forma tranquila, apesar de constantes atritos entre o prefeito e presidente do Legislativo, André Fortaleza, que deixou o MDB e filiou-se ao PL, partido que faz oposição à gestão de Mariano. O prefeito elogiou a postura respeitosa e colaborativa da Câmara, mesmo em momentos de divergências de ideias. A maioria dos vereadores aproveitou a presença de Vilmar para pedir obras para suas bases eleitorais.

O prefeito enfatizou que segue à disposição do Poder Legislativo e que defende integralmente a atuação de cada vereador.

“Os poderes são independentes e podem atuar em harmonia. Esse trabalho conjunto, respeitoso e transparente beneficia toda população que precisa dos serviços públicos”, disse Mariano.

Pesquisa eleitoral – Em coletiva, ao ser questionado Vilmar Mariano disse que não está preocupado com pesquisa eleitoral. “Pesquisa eleitoral é o que menos me preocupa nesse momento. Eu estou preocupado em trabalhar, pesquisa vai ver no período eleitoral”, falou, acrescentando que na rua tem sentido “outro termômetro da população”.

Vereadores elogiam boa relação entre poderes

Presidente da Câmara, André Fortaleza (PL, foto), classificou como positiva a prestação de contas e disse que o Legislativo continuará fiscalizando as ações do Poder Executivo, mas reclamou que “faltaram alguns esclarecimentos” em que as respostas ficaram vagas

“Mas iremos continuar trabalhando para sanar qualquer dúvida. Tivemos pouco tempo, hoje, mas vamos continuar com esse trabalho no Plenário”, comentou.

Fortaleza também reconheceu que o ambiente foi favorável para o trabalho dos dois poderes durante a sessão: “O prefeito mostrou-se uma pessoa coerente e espero que ele permaneça tratando o parlamento com muito respeito. Creio que teremos, de fato, harmonia entre os poderes”.

O líder do prefeito na Câmara, vereador Isaac Martins (PRD), reforçou a importância dos investimentos feitos em saúde, educação e segurança pública, destacando que o município tem investido além do que a legislação exige. Avaliou que a prestação de contas ocorreu de forma “bastante explicativa”, com números positivos para a cidade.

“Percebemos principalmente os investimentos feitos nas áreas de educação, saúde investimentos acima daquilo que exige a lei, com a finalidade de dar melhor qualidade de vida a todos os aparecidenses”, disse ao PORTAL NG.

“Isso mostra que a gestão do Vilmar Mariano tem avançado, a saúde financeira da nossa cidade está muito bem, fazendo os investimentos e ainda com condições até mesmo de contrair financiamentos e temos a fazer muitas obras grandes que a nossa cidade ainda precisa”, acrescentou Martins.

Ainda durante a sessão, parlamentares da base governista e membros da oposição elogiaram a transparência adotada na prestação de contas e o zelo do Poder Executivo em relação às finanças.

Aldivo Araújo (União Brasil, foto) parabenizou Fortaleza e Mariano pela forma como se deu a prestação de contas e elogiou a gestão municipal.

“Temos que entender que os poderes são independentes, mas eles são harmônicos. Então precisa haver entendimento principalmente os líderes, para a gente ter uma cidade que se desenvolve. Vendo essa junção de força, essa convergência de ideias, tenho certeza que nossa cidade vai progredir muito

“Vejo os números apresentados pelo prefeito com muita tranquilidade e certo de que tudo isso vai contribuir para o crescimento da cidade de Aparecida de Goiânia”, pontuou.

“Reitero o quanto temos a necessidade de manter um ambiente democrático e de respeito entre os poderes. Estamos demonstrando maturidade da classe política da nossa cidade em prol de uma Aparecida melhor. Independente dos partidos políticos que escolhemos e das fileiras em que estaremos podemos ajudar construir uma cidade cada vez melhor”, disparou o vereador Hans Miller (MDB).

Leandro da Pamonharia (PL), que compõe o bloco de oposição, pontuou que gostaria de mais tempo para debater a prestação de contas. Ele sugeriu que o secretário da Fazenda, Einstein Paniago, volte à Casa para continuar discutindo o tema com os demais parlamentares. Leandro, contudo, elogiou a administração do prefeito Vilmar.

“Sabemos que não é fácil conduzir uma cidade deste tamanho, sabemos que tem muito problemas. Quero dizer ao senhor [prefeito] que o senhor fez história nesta cidade e que irá fazer mais história”, declarou.

Compartilhar em:

Notícias em alta