Hoje é 21 de fevereiro de 2024 05:06
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 05:06

Corpo encontrado envolto em lençol é da jovem Amélia Vitória, diz Polícia Civil

Governador e prefeito de Aparecida se solidarizam com a família da adolescente que estava desaparecida desde quinta-feira (30/11) após sair para buscar a irmã na escola
Mãe da adolescente se disse destruída em desabafo em sua rede social.

A perícia da Polícia Civil de Goiás confirmou que o corpo encontrado ontem em rua no Parque Hayala é da estudante Amélia Vitória de Jesus, de 14 anos, que foi encontrada morta em uma calçada em uma rua do bairro de Aparecida de Goiânia. A mãe da adolescente, em um desabafo nas redes sociais, expressou sua devastação com a perda da filha. “Estou destruída.Tiraram meu bem precioso, mas sempre vou lembrar dos nossos momentos felizes. Te amo sempre e pra sempre, meu amor”, desabafou Cristina Moreira.

Amélia ficou desaparecida por dois dias após sair para buscar a irmã na escola. O corpo da estudante foi descoberto envolto em um lençol ontem e exames realizados confirmaram a identidade da vítima, por meio da técnica de papiloscopia, que utiliza impressões digitais.

Antes da confirmação oficial, o pai da jovem, Willian Alves, já havia reconhecido as roupas que a filha usava no dia do desaparecimento, indicando a trágica realidade. Amélia Vitória desapareceu na tarde de quinta-feira (30), sem levar o celular devido à chuva e optando por ir a pé devido a problemas na bicicleta que usava para buscar a irmã.

O alerta da ausência de Amélia surgiu quando a escola da irmã mais nova, de 9 anos, ligou informando que a estudante não havia sido buscada. A partir desse momento, as autoridades policiais iniciaram as buscas pela adolescente. Pelas ruas e avenidas nas imediações da unidade escolar e por meio de conhecidos das crianças da escola.

Em nota à imprensa, por volta das 20h52 de ontem, a Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Aparecida de Goiânia – 2ª DRP, confirmou que o corpo encontrado no Parque Hayala era, de fato, o de Amélia Vitória.

Crime choca sociedade goianiense: Caiado e Vilmar Mariano se solidarizam com a família

O governador Ronaldo Caiado utilizou duas de suas principais redes sociais para manifestar seu pesar à família da jovem assassinada e reafirmar o compromisso de encontrar o autor deste crime trágico. “Estamos consternados com a trágica morte da adolescente Amélia Vitória, de 14 anos, que havia desaparecido após sair para buscar a irmã na escola em Aparecida. Determinei máximo empenho às nossas forças de segurança, que estão absolutamente determinadas em solucionar o caso. Manifesto minhas mais sinceras condolências e minha solidariedade à família e à toda comunidade aparecidense”, escreveu.

O prefeito de Aparecida de Goiânia também se manifestou via redes sociais sobre o caso de Amélia Vitória e também do idoso Sebastião Silva, que foi assassinado na porta de uma revendedora de bebidas no Parque das Nações no mesmo dia do desaparecimento da menina. “Aparecida está de luto pelas mortes da adolescente Amélia Vitória de Jesus e do senhor Sebastião Silva. São duas tragédias que nos deixam estarrecidos, mas acredito nas forças de segurança para elucidar os casos e no Judiciário para punir os autores desses crimes que deixaram todos nós consternados. Que Deus conforte os corações das famílias das vítimas”, solidarizou.

Compartilhar em:

Notícias em alta