Hoje é 19 de julho de 2024 21:42
Hoje é 19 de julho de 2024 21:42

Deslizamento parte de muro de viaduto interdita trecho da BR-153 em Hidrolândia

Ninguém se feriu no incidente que aconteceu na manhã deste sábado e o trânsito foi desviado para a cidade de Professor Jamil. A Polícia Rodoviária Federal e engenheiros da concessionária responsável pela pista monitoram situação
Triunfo Concebra emitiu comunicado de alerta aos motoristas em seu perfil oficial no Instagram

O muro de contenção do viaduto da BR-153, no Km 531, em Hidrolândia, na Região Metropolitana de Goiânia, desmoronou na manhã deste sábado (24), resultando em um bloqueio parcial da rodovia no sentido Goiânia – São Paulo / Goiânia – Itumbiara, conforme informado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Em suas redes sociais, a concessionária responsável pela administração da rodovia, Triunfo Concebra, publicou uma mensagem de alerta aos motoristas sobre o incidente e alertando para o respeito à sinalização da via. “Devido deslizamento de terra, a Triunfo Concebra informa que o tráfego foi desviado para a via marginal no sentido Professor Jamil”, diz trecho do comunicado da Triunfo.

Ainda ontem, o local passou por vistoria, e uma das faixas foi liberada para o tráfego de veículos. Equipes da PRF e da Triunfo Concebra estiveram presentes para realizar a inspeção. “As equipes de engenharia da concessionária estão no local fazendo uma vistoria técnica apurando as causas do desmoronamento e o que será feito de reparo na parede do viaduto”, escreveu em outro trecho da nota a concessionária.

Em nota à imprensa a PRF informa que neste domingo a pista continua funcionando parcialmente e recomenda prudência ao se passar pelo local. Desde ontem, após a formação de um longo congestionamento, além da única faixa na via principal, os veículos de passeio tiveram a opção de utilizar a faixa lateral como alternativa. Já os veículos de carga, como caminhões e carretas, só puderam transitar no piso inferior, na pista principal, conforme informado pela PRF.

Compartilhar em:

Notícias em alta