Hoje é 25 de fevereiro de 2024 15:18
Hoje é 25 de fevereiro de 2024 15:18

​Empresário planejou matar namorada e a levou até estrada isolada, conclui polícia

De acordo com investigação da Polícia Civil, Diego Fonseca não aceitava o fim do relacionamento; momento exato do crime foi filmado pela vítima e mostra namorado disparando revólver
Ielly Gabriele Alves, de 23 anos, foi morta no sábado da semana passada em Jataí, na região Sudoeste de Goiás // Foto: Reprodução

O empresário Diego Fonseca, de 27 anos, foi indiciado pelo feminicídio da namorada, Ielly Gabriele Alves, de 23 anos. Segundo a Polícia Civil, Diego planejou matar namorada, levou ela até uma estrada isolada e foi filmado por ela quando atirou. O motivo seria o fim do relacionamento.

Ielly Gabriele foi morta no sábado passado (4/11), em Jataí, no sudeste de Goiás. Diego foi preso em flagrante após a Polícia Militar encontrar um vídeo no celular da vítima que registrou o momento em que ela teria sido baleada.

“Eles sempre terminavam e voltavam, mas segundo a versão dele, já tinha 10 dias que eles haviam terminado e, de acordo com a família, era definitivo”, informou o delegado Thiago Saad.

Conforme o delegado, no dia do crime Diego foi até a casa de Ielly e, como ela não estava, a esperou no quarto dela. Quando a jovem chegou, os dois almoçaram juntos na companhia de uma tia. Na ocasião, Ielly o questionou sobre a arma e foi agredida.

“Ela disse: ‘Fiquei sabendo que você comprou uma arma’ e ele respondeu: ‘Você sabe demais’ e puxou o cabelo dela na frente da tia”, relatou o policial.

Depois, Diego convenceu a namorada a ir até um rancho do tio dele e os dois passaram a tarde no local. Na volta, Ielly estava dirigindo, mas, no meio do caminho, Diego pediu para a vítima parar em uma estrada de terra para que ele pudesse urinar.

“Na volta, ele levou a vítima até um local ermo, sem câmeras ou iluminação. Parou, disse que iria urinar, atirou três vezes para cima e, na sequência, virou para a Ielly e atirou”, detalhou o delegado.

O momento exato do crime foi filmado pela vítima. Nas imagens, localizadas no celular de Ielly, é possível ver quando ela filma o namorado, que está segurando uma arma. Em certo momento, ele aponta a arma e dispara contra a mulher. Logo em seguida, a vítima cai e a gravação para.

A vítima foi atingida no tórax e chegou a ser levada para hospital, mas não resistiu, informou a PM. A polícia foi acionada após a vítima dar entrada na unidade.

De acordo com a PM, Diego disse que os dois passavam pelo setor Setor Epaminondas I, quando foram abordados por uma motocicleta com dois homens e o garupa sacou uma arma e disparou duas vezes contra a vítima.

Porém, o suspeito entrou em contradições e foi levado para a delegacia. Conforme o relato da PM, ao verificar o celular da vítima, os agentes encontraram um vídeo no qual ela mesma filmou o namorado efetuando um disparo que a atingiu.

Diego foi preso suspeito por homicídio qualificado, caracterizado pela traição, emboscada, dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa da vítima.

O PORTAL NG não conseguiu contato com a defesa de Diego para pedir um posicionamento sobre o caso.

Compartilhar em:

Notícias em alta