Hoje é 21 de fevereiro de 2024 12:19
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 12:19

Família faz vaquinha virtual para ajudar no tratamento da jovem alérgica a pimenta

Até o Natal do ano passado Thais Medeiros passou mais de 260 dias internada, sendo cerca de 60 dias em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI)
Meta dos familiares é angariar R$ 315 mil para dar continuidade ao tratamento // Fotos: Redes Sociais

Thais Medeiros, 26 anos, enfrenta graves consequências após uma parada cardíaca desencadeada pelo cheiro de um vidro de pimenta em conserva no dia 17 de fevereiro de 2023. Desde o incidente, ela vive acamada com edema cerebral, apresentando lesões irreversíveis, enquanto a família documenta a difícil jornada de recuperação nas redes sociais.

Na última quinta-feira (4/1/24), a mãe, Adriana, relatou uma piora no estado de saúde de Thais, destacando a ocorrência de picos de febre. Nas duas últimas semanas, a família enfrentou angústias, com Adriana afastando-se do trabalho para se dedicar integralmente aos cuidados da filha, e das netas, cuja dependência requer tratamentos com custos elevados, mesmo com parte do tratamento sendo feito em uma unidade pública estadual de saúde.

Devido à gravidade do caso, a família lançou uma vaquinha online com o objetivo de arrecadar R$ 315.000,00 para auxiliar nos custos do tratamento de Thais. Quem se interessar em colaborar pode clicar aqui.

Em uma postagem recente nas redes sociais, a família revelou as dificuldades que estão enfrentando e pediu ajuda às pessoas que acompanham a rotina da jovem. “Thaís vive acamada sem enxergar, falar e nem andar, após sofrer uma grave reação alérgica ao experimentar uma pimenta. Sua mãe, a dona Adriana, largou tudo para cuidar dela e das duas netas pequenas em Goiânia (GO). Abraçamos novamente essa família que precisa muito, muito de ajuda com tratamento da Thaís com fisioterapia e neuromodulação”, escreveram na publicação.

Ao longo do último ano, Thais foi internada oito vezes, submetendo-se a tratamentos como neuromodulação, fisioterapia e fonoaudiologia. Ela passou mais de 260 dias internada, sendo cerca de 60 dias em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O incidente ocorreu em fevereiro, quando, ao sentir o cheiro de uma ‘pimenta bode’ na casa do namorado, Thais passou mal e foi levada para o Hospital Evangélico Goiano, sendo posteriormente encaminhada para a Santa Casa de Anápolis.

Compartilhar em:

Notícias em alta