Hoje é 25 de fevereiro de 2024 16:42
Hoje é 25 de fevereiro de 2024 16:42

Fluminense conquista sua primeira Libertadores após vencer Boca Juniors

Tricolor carioca supera o hexacampeão argentino em jogo que teve jogadores expulsos e gol da vitória na prorrogação
John Kennedy entrou na prorrogação e marcou o gol do título após assistência de Keno // Foto: Marcelo Gonçalves

Um jogo com todos os elementos de uma grande final. Gols no tempo regular e na prorrogação. Jogadores expulsos. Prorrogação e com acréscimos acima do habitual. Assim foi a final da 64ª edição da Conmebol Libertadores da América que teve como vencedor o time do Fluminense FC que venceu por 2×1 o time argentino Club Atlético Boca Juniors. O jogo foi realizado no Rio de Janeiro, no Estádio Maracanã e teve os gols de Germán Cano para o tricolor das Laranjeiras, no primeiro tempo, Advíncula (jogador do Boca)  no segundo tempo e na prorrogação o gol do título que foi feito pelo jovem John Kennedy, aposta do técnico Fernando Diniz na substituição feita no intervalo do jogo.

O primeiro tempo foi marcado pela posse de bola 69% do Fluminense que, apesar do domínio de bola criou duas oportunidades de gol. Na segunda delas, o artilheiro da Libertadores, Germán Cano, que com um toque na bola marcou seu 13º gol nesta edição do campeonato após toque de bola entre Jhon Arias e Keno, que deu assistência para o gol. 

Além do gol, o destaque do primeiro tempo foi o duelo entre Advíncula e Keno, que flutuou da esquerda para direita em campo, saiu da marcação e conseguiu dar a assistência do gol feito por Cano. Ainda no primeiro tempo, o goleiro Fábio, que fez seu 100º jogo na Libertadores, pouco foi acionado pelos atacantes Cavani e Merentiel. Como de costume em comemoração de seus gols, Cano fez o L em homenagem aos seus filhos Lorenzo e Leonella (que tem esse nome em homenagem ao octa-Bola de Ouro, craque argentino Lionel Messi). 

No segundo tempo o jogo ficou mais equilibrado (com 52% de posse de bola para o tricolor carioca) e terminou com o empate em 1×1, após o artilheiro do Boca Jr. Advincula marcar seu 4º gol na temporada aos 30 minutos. O time argentino superou o brasileiro em número de finalizações para o gol ficando com 3×2. O time do pentacampeão pelo Real Madrid com cinco Champions League, Marcelo, teve a oportunidade de vencer o jogo nos acréscimos quando Diogo Barbosa aos 49 minutos chutou cruzado para fora e o jogo em seguida acabou e foi para prorrogação onde segurou o placar e se tornou campeão.

Na prorrogação após fazer o gol da vitória do Fluminense, John Kennedy comemorou com a torcida e foi expulso, por conta da proibição no regulamento. Minutos depois após uma jogada polêmica e o princípio de uma confusão o jogador do Boca Juniors, Fabra foi expulso após dar um tapa no rosto de um dos atletas do tricolor carioca.

Com a vitória o tricolor das Laranjeiras irá disputar em dezembro do Mundial de Clubes contra o Manchester City da Inglaterra, time que venceu a última edição da UEFA Champions League. Como premiação o clube carioca receberá também mais de 130 milhões fora os 31 milhões em bilheteria que terá que partilhar com o clube argentino.

Compartilhar em:

Notícias em alta