Hoje é 15 de abril de 2024 02:17
Hoje é 15 de abril de 2024 02:17

Goiás enfrenta aumento histórico nos casos de dengue em 2024

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou que há seis mortes confirmadas pela doença, além de outras 65 mortes consideradas suspeitas e em fase de investigação pela pasta
As mortes relacionadas à dengue ocorreram em Águas Lindas de Goiás, Iporá e Cristalina e Uruaçu

A situação da dengue em Goiás atingiu níveis preocupantes, configurando o cenário mais crítico desde a década de 90, conforme informado pela Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO). Os números divulgados pela pasta indicam um total de 21.513 casos confirmados da doença no estado até o momento deste ano. Este dado, registrado nas primeiras sete semanas de 2024, representa expressivos 31% do total de casos reportados ao longo de todo o ano anterior.

“Estamos enfrentando o pior cenário desde a década de 90, com aumento significativo nos casos e nas mortes no estado de Goiás”, declarou à imprensa, Flúvia Amorim, superintendente de Vigilância em Saúde de Goiás.

Agentes de endemias estão realizando ações estratégicas nos bairros de Aparecida de Goiânia

Segundo Flúvia Amorim, o aumento no número de casos está relacionado ao aumento da gravidade da doença. “A gravidade pode variar dependendo do sorotipo circulante, e é isso que estamos monitorando em Goiás”, ressaltou.

Em uma comparação entre os casos notificados nas sete primeiras semanas de 2024 (53.277) e o mesmo período de 2023 (20.503), constata-se um aumento alarmante de 159% nos registros de dengue em Goiás.

O município de Caldas Novas também está realizando ações de prevenção à doença

Conforme os dados da SES-GO, Goiás ocupa atualmente a quinta posição entre os estados brasileiros com maior número de casos e mortes. À frente de Goiás estão apenas o Distrito Federal e os estados do Acre, Paraná e Espírito Santo. A situação é crítica, com 108 municípios do estado declarados em estado de emergência para arboviroses.

A SES-GO divulgou que há seis mortes confirmadas pela doença em Goiás, além de outras 65 mortes consideradas suspeitas e em fase de investigação pela pasta. As mortes relacionadas à dengue ocorreram em quatro municípios diferentes.

Senador Canedo vai iniciar nesta quinta-feira (22/02) a vacinação contra a dengue nas escolas da cidade

Das seis mortes confirmadas, três foram registradas em Uruaçu, ao norte do estado, enquanto as outras três ocorreram em Águas Lindas de Goiás, Iporá e Cristalina. Quanto ao perfil das vítimas, são três homens com idades de 31, 33 e 71 anos, uma idosa de 78 anos, uma adolescente de 16 anos e outro adolescente da mesma idade.

Compartilhar em:

Notícias em alta