Hoje é 21 de fevereiro de 2024 10:53
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 10:53

Governo de Goiás destina R$ 14 milhões para custear temporada do Araguaia

Corpo de Bombeiros terá nove postos operacionais ao longo do rio, com aproximadamente 300 profissionais à disposição de turistas, além de trabalho conjunto com ribeirinhos

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, lançou, nesta segunda-feira (29/5), a temporada Mais Araguaia 2023, que tem estimativa de receber aproximadamente 1 milhão de visitantes nos meses de junho e julho. “A melhor e a maior de todos os tempos”, disse Caiado durante coletiva de imprensa realizada no Palácio das Esmeraldas.

Ronaldo Caiado ainda apresentou as ações promovidas pelo governo que incentivam o turismo responsável, qualificação profissional, geração de emprego, atendimento ao turista, além de incluir reforço na fiscalização ambiental. 

O governador, que estava acompanhado da coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado e toda equipe de governo apresentou a estrutura que neste ano recebeu aumento do efetivo do Corpo de Bombeiros e das forças policiais. 

“Nós estamos com toda equipe do governo muito bem preparada. Tudo isso foi trabalhado durante todo o tempo do nosso mandato para nós chegarmos a este patamar de excelência em relação ao evento do Araguaia”, disse Caiado.

“Vocês sabem da nossa preocupação para resgatar aquilo que é mais emblemático, que é a beleza, o entardecer e as praias do Araguaia. Vamos continuar trabalhando para que seja cada vez mais respeitado”, completou o governador. 

Caiado também pediu apoio da população local e dos turistas para conservação das praias.

“Temos de focar na limpeza das nossas praias. É fundamental essa consciência”, reiterou Ronaldo Caiado.

Além disso, o governador destacou que o trecho entre Luiz Alves até Aragarças, teve um investimento do Estado de R$ 14 milhões. 

“É uma verba expressiva para montarmos todas as estruturas, shows e a mobilização para que seja dada toda segurança à população”, acrescentou.

Seis municípios vão receber ações do governo

Durante a temporada, seis municípios da região vão receber ações do Governo de Goiás. São eles: Aruanã, São Miguel do Araguaia (distrito de Luiz Alves), Britânia, Mundo Novo, Nova Crixás (distrito de São José dos Bandeirantes) e Aragarças. 

“Hoje o turismo ocupa lugar de destaque. Pelo que estão investindo, parabenizo vocês”, enalteceu a prefeita de São Miguel do Araguaia, Azaide Donizetti Borges Martins.

O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, também esteve na coletiva e reforçou que a junção dos esforços tem entre os pontos de maior atenção a conservação ambiental. 

“Não abrimos mão, porque sem meio ambiente preservado não tem turismo e não tem renda”, pontuou Fabrício Amaral.

O secretário da Retomada, César Moura, aproveitou a oportunidade para destacar a importância sobre o olhar social.

“A gente tem de trazer renda e olhar o social para a população ribeirinha, e o dinheiro tem que ficar na região, para fortalecer a economia local”, enfatizou César Moura. 

Outras ações realizadas durante a temporada do Araguaia

Por meio dos Colégios Tecnológicos (Cotecs) e Goiás Social estão sendo ofertados cursos gratuitos, ministrados em convênio com a Universidade Federal de Goiás (UFG), para atividades com grande demanda durante julho: culinária, preparo e venda de pescados, atendimento ao cliente, entre outros.  

A Goiás Turismo incentivará a coleta seletiva de lixo e o combate ao trabalho infantil. Já a Semad será responsável por ações de repreensão à pesca e caça ilegais. A Seel vai instalar arena para vôlei de praia, futevôlei e beach soccer, além de futebol de sabão, cama elástica, pebolim, tênis de mesa, tabela de basquete e multiparque. 

Ao longo do Rio Araguaia, o efetivo do Corpo de Bombeiros será distribuído em nove postos operacionais, com aproximadamente 300 profissionais à disposição do público, além de trabalho conjunto com ribeirinhos. 

“Todo esse serviço traz segurança ao banhista e, ano a ano, temos zerado os afogamentos”, frisou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Washington Luiz Vaz Júnior. 

O batalhão ambiental da Polícia Militar contará com 110 servidores e o policiamento náutico com 16 embarcações, além de fiscalização nas barreiras rodoviárias.

Compartilhar em:

Notícias em alta