Hoje é 21 de fevereiro de 2024 04:47
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 04:47

​Gustavo Mendanha declara apoio à pré-candidatura de Jânio Darrot

Ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, político disse que a decisão foi pessoal, sem consulta a Caiado ou Daniel Vilela, e que, partir de agora, pretende puxar uma onda de apoio em torno do nome de Jânio
Gustavo Mendanha anuncia apoio à candidatura de Jânio Darrot: “Conhece Goiânia, tem experiência e está ladeado de pessoas que vão contribuir com a cidade” // Foto principal: Rodrigo Estrela – Fotos internas: Portal NG

Gustavo Mendanha, ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, declarou apoio ao ex-prefeito de Trindade e empresário Jânio Darrot para disputar a Prefeitura de Goiânia nas eleições de 2024. Sem histórico de disputa eleitoral na capital, Darrot se tornou um dos nomes ventilados para representar a base do governador Ronaldo Caiado (União) na corrida sucessória em Goiânia. Mendanha, que deve filiar-se ao MDB em breve, renunciou ao cargo de prefeito em 2022 para disputar a eleição de governador.

“Jânio foi um prefeito que fez um trabalho extraordinário, tem experiência administrativa e, no meu entender, possui as melhores qualidades não só para vencer as eleições, mas sobretudo para fazer uma gestão exitosa”, declarou Mendanha, durante coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (30/01), em um escritório em Goiânia.

Indagado pela reportagem do PORTAL NG se conversou com Caiado e com o presidente do MDB, vice-governador Daniel Vilela, o ex-prefeito disse que não.

“Não conversei sobre esse momento, até porque tanto o governador quanto o Daniel já vínhamos conversando muito sobre a situação de eu ser candidato. A decisão é minha, pessoal, e eu espero que a gente possa, dentro desse sentido aqui, entender que o Jânio é o melhor candidato”, argumentou.

A partir de agora Mendanha disse que pretende puxar uma onda de apoio de candidatos da base governista estadual em torno do nome de Jânio. Segundo o ex-prefeito, ele deve entrar em contato com a deputada federal Silvye Alves (União); o presidente do Detran, Delegado Waldir (União); a filha de Iris Rezende, Ana Paula Rezende (MDB); e o deputado estadual Bruno Peixoto, entre outros integrantes da base governista encabeçada pelos partidos União Brasil e MDB.

“Espero que outras figuras importantes em Goiânia possam ter o mesmo gesto, ajudar a unir esforços na candidatura. E, unindo, a gente tem todas as condições de ganhar a eleição e fazer um grande trabalho em Goiânia”, acredita.

O político lembrou ainda que é a terceira vez que trabalha nas eleições municipais da capital. A expectativa é de que ele participe ativamente na campanha, apesar de não ter definido a função.

“Estarei ao lado. Não sei se fazendo frente em regiões opostas ou caminhando junto, mas quero ser um soldado”, frisou.

Estiveram presentes também a esposa e a filha de Jânio, Dairdes Darrot e Lorena Darrot; o suplente de deputado e neto do ex-senador Mauro Miranda, Felipe Cecílio – que retirou sua pré-candidatura a prefeitura de Goiânia; Paulo Ortegal, que foi conselheiro político de Iris Rezende e é assessor especial do governador; Agenor Mariano, ex-vice-prefeito de Goiânia e presidente do MDB na Capital.

Político admite inviabilidade de sair candidato

Gustavo Mendanha chegou a alimentar esperança de obter anuência da Justiça Eleitoral para se candidatar a prefeito de Goiânia na eleição deste ano, inclusive o MDB protocolou consulta no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para liberar sua candidatura, já que a regra é que prefeito não pode candidatar-se três vezes seguidas, ainda que em municípios vizinhos. Gustavo estava no segundo mandato seguido em Aparecida de Goiânia, em 2022, quando renunciou ao cargo.

Segundo o político, ele resolveu declarar apoio a Jânio entendendo que a decisão do TSE levaria um tempo importante no processo pré-eleitoral.

Ele disse que a consulta permanece no TSE, mas entende as dificuldades de conseguir um aval para se candidatar, já que há dois pareceres negativos.

“O entendimento que temos é de que é muito difícil [obter um posicionamento favorável da Justiça Eleitoral à sua candidatura a prefeito em 2024]”, avaliou.

“Pelo tempo de construção, não posso ficar esperando até junho, julho”, acrescentou.

Jânio: ‘Vamos trabalhar conversando um a um’

Além de agradecer o apoio público de Gustavo Mendanha, Jânio Darrot disse que a manifestação apoio fortalece esse momento de construção de candidatura, que surgiu a partir de uma conversa com Caiado.

O pré-candidato a prefeito de Goiânia lembrou que, na primeira conversa com o governador, disse que trabalharia para viabilizar a candidatura, mas que gostaria de ser o candidato da base aliada de forma unânime.

“Vamos trabalhar conversando de um a um da base aliada”, frisou.

“Me sinto muito à vontade para este momento. Tenho boa relação com o Caiado, e excelente pra Daniel. O União Brasil e o MDB já demonstraram que dão certo no Estado”, disse.

A partir de agora, o grupo caminha para angariar apoio de outros nomes.

Compartilhar em:

Notícias em alta