Hoje é 29 de fevereiro de 2024 01:49
Hoje é 29 de fevereiro de 2024 01:49

Investigação indica que BMW em que jovens morreram em Santa Catarina foi modificado em Goiás

Investigação policial revela que uma das modificações que causou a morte dos quatro jovens por intoxicação por inalação de monóxido de carbono foi feita em oficina em Aparecida de Goiânia em julho de 2023
De acordo com polícia catarinense o veículo passou por alterações no escapamento o que geraram o vazamento do gás tóxico

O proprietário de uma oficina mecânica em Aparecida de Goiânia está sendo investigado pela Polícia Civil de Santa Catarina pelas alterações mecânicas de uma BMW onde quatro jovens morreram no último dia 1º de janeiro por intoxicação em Balneário Camboriú (SC). A defesa alega que a peça em questão foi desenvolvida por uma empresa terceirizada, assim como sua instalação.

De acordo com a investigação, a oficina funciona há 11 anos na Vila Brasília e fornece orientações de uso aos proprietários após os serviços prestados, conforme afirmado à imprensa pelo advogado do proprietário David Soares. Segundo a polícia catarinense, a BMW passou por customizações adicionais em Minas Gerais.

O dono da oficina goiana foi intimado pela segunda vez para prestar depoimento, marcado para amanhã,  dia 15, por videochamada. Inicialmente ouvido como testemunha, ele agora será interrogado, de acordo com sua defesa, que demonstra otimismo quanto ao trabalho prestado há mais de 7 meses pela empresa que é especializada no serviço.

A polícia de catarinense também pretende ouvir também os mecânicos envolvidos no serviço que foi feito em Goiás e em Minas Gerais no ano passado. O delegado Vicente Soares destaca que os responsáveis pelas modificações no veículo podem ser responsabilizados por homicídio culposo.

“A partir dos depoimentos conseguimos identificar que esse veículo passou por algumas customizações, não foi apenas uma. Em julho ele fez a segunda modificação, em uma oficina da cidade de Aparecida de Goiânia, onde foi realizada essa modificação do escapamento, trocando a parte do catalisador por um downpipe, assim como realizando outras modificações no escapamento”, afirmou o delegado.

As mortes ocorreram em 1º de janeiro, quando os jovens foram encontrados desmaiados na BMW estacionada dentro da rodoviária de Balneário Camboriú. Apesar dos esforços de socorro, as mortes foram confirmadas no local. As vítimas são Gustavo Pereira Silveira Elias (24 anos), Karla Aparecida dos Santos (19), Tiago de Lima Ribeiro (21) e Nicolas Kovaleski (16).

Compartilhar em:

Notícias em alta