Hoje é 29 de fevereiro de 2024 03:14
Hoje é 29 de fevereiro de 2024 03:14

Javier Milei assume presidência da Argentina com anúncio de medidas drásticas na economia

Cerimônia de transmissão de cargo aconteceu na presença de poucos chefes de estado e teve a presença de Jair Bolsonaro e sua comitiva de apoiadores
O presidente Lula foi convidado para a solenidade, mas enviou apenas representante para cerimônia

Javier Milei, eleito presidente da Argentina em novembro após derrotar o peronista Sergio Massa nas urnas, tomou posse neste domingo em uma cerimônia realizada no Congresso Nacional. A posse teve início por volta das 11h15, conduzida pela presidente do Senado, Cristina Kirchner, com Milei sendo declarado presidente do país às 11h20 da manhã. 

Em seu primeiro discurso, o novo mandatário destacou a situação dramática enfrentada pelo país e anunciou a necessidade de adotar medidas drásticas na economia. Em seu primeiro decreto presidencial ele cortou pela metade o número de ministérios (de 18 para 9) e pediu prazo de 18 a 24 meses para recuperar a economia do país.

Milei chegou ao local por volta das 11h45, após desfilar em carro por diversas ruas da capital argentina, sendo saudado por seus eleitores e acompanhado por sua irmã, Karina Milei. Dentre os líderes internacionais presentes na cerimônia de posse estavam o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, o presidente da Armênia, Vahagn Khachaturyan, o presidente do Chile, Gabriel Boric, o rei da Espanha, Filipe 6, o presidente do Paraguai, Santiago Peña, o presidente do Uruguai, Luis Alberto Lacalle Pou, o presidente do Equador, Daniel Noboa, e o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán.

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi convidado para a solenidade, mas enviou o chanceler Mauro Vieira como seu representante. O cumprimento oficial de Milei pelo representante brasileiro ocorreu após a saudação de Bolsonaro, segundo a transmissão oficial do governo argentino.

Bolsonaro e comitiva brasileira na posse do novo presidente argentino

O ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PL) marcou presença na posse do novo presidente argentino, Javier Milei. Acompanhado da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, e de seus filhos, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Bolsonaro foi recebido com entusiasmo por dezenas de aliados presentes no evento.

O ex-presidente tentou participar da foto oficial com os chefes de Estado durante a posse, mas enfrentou resistência de outros líderes sul-americanos. Luis Lacalle Pou do Uruguai, Santiago Peña do Paraguai, Daniel Noboa do Equador e Gabriel Boric do Chile expressaram ao cerimonial que a presença de um ex-chefe de Estado não seria apropriada, resultando na não inclusão de Bolsonaro na imagem oficial.

O ex-secretário de Comunicação e aliado de Bolsonaro, Fábio Wajngarten, negou que o ex-presidente tenha sido barrado, divergindo das manifestações dos líderes sul-americanos presentes.

Compartilhar em:

Notícias em alta