Hoje é 18 de junho de 2024 06:48
Hoje é 18 de junho de 2024 06:48

Lula e Bolsonaro se manifestam sobre novo presidente eleito da Argentina

Milei obteve 14,4 milhões de votos no segundo turno e venceu Sergio Massa com diferença de mais de três milhões de votos contrariando previsões de uma eleição mais apertada
Velocidade em reconhecimento da vitória por parte do governo brasileiro é importante na manutenção das relações diplomáticas entre os dois países // Instagram

A partir de 10 de dezembro deste ano o povo argentino terá um novo presidente. Javier Milei venceu as eleições de virada recebendo votos de 20 das 23 províncias e na capital Buenos Aires, alcançando um total de 6,4 milhões de votos. O novo presidente, do Partido A Liberdade Avança, venceu com 55,7% dos votos válidos contra 44,3% do seu adversário Sergio Massa, do partido União Pela Pátria.

A diferença percentual entre os dois candidatos foi de 11 pontos, quantitativo que contrariou as previsões que projetavam um resultado mais apertado e próximo entre os dois. Milei terminou com 14.476.462 votos contra 11.516.142 votos de Sergio, uma diferença de mais de 3 milhões de votos de vantagem para Milei.

“Meu compromisso é com a democracia, com o livre comércio e com a paz”, destacou em parte do seu discurso da vitória. O economista ultradireitista de 53 anos era considerado um azarão em relação aos seus concorrentes. Ele é admirador de Donald Trump e contra o aborto que é legalizado na Argentina.

No primeiro turno, Milei conquistou 8 milhões de votos dos argentinos. No segundo turno ele ampliou essa votação em mais de 6,4 milhões de votos. Milei assume a presidência afirmando que irá fechar o Banco Central, e implantar uma nova moeda. Ele tem como desafios o controle da inflação, da taxa de câmbio e da taxa básica de juros.

Cumprimentos

Mesmo em campos ideológicos opostos, o presidente Lula cumprimentou ainda ontem em uma rede social o novo líder do país vizinho. “A democracia é a voz do povo, e ela deve ser sempre respeitada. Meus parabéns às instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e ao povo argentino que participou da jornada eleitoral de forma ordeira e pacífica.

 Desejo boa sorte e êxito ao novo governo. A Argentina é um grande país e merece todo o nosso respeito. O Brasil sempre estará à disposição para trabalhar junto com nossos irmãos argentinos”, disse o petista, sem citar o nome de Milei diretamente.

O ex-presidente Jair Bolsonaro também se manifestou via rede social. “Parabéns ao povo argentino pela vitória com @JMilei. A esperança volta a brilhar na América do Sul. Que esses bons ventos alcancem os Estados Unidos e o Brasil para que a honestidade, o progresso e a liberdade voltem para todos nós”, comemorou.

O reconhecimento do chefe de estado brasileiro é um avanço diplomático importante para as tratativas entre os dois países, de acordo com especialistas em diplomacia.

Compartilhar em:

Notícias em alta