Hoje é 24 de maio de 2024 08:12
Hoje é 24 de maio de 2024 08:12

Maior bancada na Câmara, MDB projeta eleger até 12 vereadores em Goiânia

Nova configuração de forças traz o partido Solidariedade como segunda maior bancada; União Brasil, do governador Ronaldo Caiado, tinha um e agora conta com três vereadores
Enquanto em 2020 foram eleitos 35 vereadores na capital, na eleição deste ano serão 37 cadeiras a ser preenchidas, devido à atualização do número de vereadores do município // // Fotos: PORTAL NG

O MDB, que já possuía a maior bancada, aumentou de tamanho e agora é, de longe, o maior partido da Câmara Municipal de Goiânia, com 10 vereadores. A legenda tinha seis parlamentares e ganhou quatro com a janela partidária, que é o período de um mês que se encerra seis meses antes da eleição em que é permitido mudar de partido, sem risco de perda de mandato. O prazo terminou no dia 5 de abril.

A segunda maior bancada do Legislativo goianiense é do partido Solidariedade, que passou de quatro para seis vereadores. A sigla comandada em Goiás por Denes Pereira, secretário de Infraestrutura de Goiânia, tem agora em seus quadros o prefeito Rogério Cruz, que deixou o partido Republicanos.

O partido do governador Ronaldo Caiado, União Brasil, tinha um vereador e, após janela partidária, chegou a três, com a filiação de Lucas Kitão (ex-PSD) e Denício Trindade, que deixou o MDB. O número, considerado enxuto para a legenda, é avaliado como positivo pelo vereador Paulo Magalhães, único eleito pela legenda em 2020.

“Os dois que chegaram terão mais chance de se eleger do que se tivessem ido para um partido com 5, 10 vereadores, porque a concorrência dentro da própria chapa seria muito pesada”, analisa Magalhães.

“Então a vinda deles para nossa chapa enriquece muito a formação da nossa chapa do União Brasil”, acrescenta.

Lucas Kitão (foto) diz que o União Brasil trabalha para eleger ao menos quatro vereadores. Para ele, a chapa de vereadores será beneficiada com a exposição ao lado do candidato a prefeito da base do governador, que deverá ser Sandro Mabel, recém-filiado ao União Brasil.

“Com apoio de um candidato forte e do governador, a tendência é que o União Brasil saia muito maior da eleição, com uma bancada muito qualificada na Câmara Municipal”, projeta.

MDB projeta 114 mil votos na chapa proporcional

Vereador Dr. Gian, que disputará o quinto mandato consecutivo pelo MDB

Enquanto em 2020 foram eleitos 35 vereadores na capital, na eleição deste ano serão 37 cadeiras a ser preenchidas, devido à atualização do número de vereadores do município. Com larga tradição em Goiânia, o MDB fortaleceu-se nos últimos anos na capital principalmente devido às gestões de Iris Rezende. A legenda pretende eleger ao menos 10 vereadores em outubro, que manteria a atual bancada. Filiaram ao MDB nomes como do radialista Sandes Júnior (ex-PP) e Sargento Novandir, que deixou o Republicanos.

O elevado número de parlamentares, visto como algo positivo, para a disputa eleitoral, no entanto, é apontado como fator que dificulta a eleição de nomes que não estes que já estão com mandato. Isso porque os atuais vereadores já “trazem consigo” boa parte dos votos obtidos na eleição anterior e, portanto, já saem na frente dos concorrentes. Acredita-se que, devido a isso, a concorrência interna dentro do próprio partido, seja um fator dificultador para a eleição.

Eleito em 2020 pela quarta vez consecutiva, o vereador Dr. Gian (MDB) afirma que o objetivo da chapa do partido do ex-prefeito Iris Rezende é atingir 114 mil votos para vereador em Goiânia, na eleição de outubro.

“Temos certeza que faremos uma bancada de, no mínimo, 10 vereadores. É o que queremos. Mas temos uma chapa hoje competitiva, que terá 16 mulheres e 22 candidatos, todos com voto”, diz, destacando que o MDB ainda faz parte da base do prefeito Rogério Cruz.

Confira a relação de vereadores de cada partido

MDB

Henrique Alves

Anselmo Pereira

Kleybe Morais

Dr. Gian

Luciula do Recanto

Sandes Júnior

Anderson Sales Bokão

Igor Franco

Bill Guerra

Sargento Novandir

Solidariedade

Joãozinho Guimarães

Welton Lemos

Léo José

Raphael da Saúde

Ronilson Reis

Leandro Sena

PRD

Romário Policarpo

Cabo Senna

Markim Goyá

Republicanos

Geverson Abel

Isaías Ribeiro

Sabrina Garcez

União Brasil

Lucas Kitão

Paulo Magalhães

Denício Trindade

Democracia Cristã

Wellington Bessa

Izídio Alves

PSDB/Cidadania – partidos federados

Aava Santiago (PSDB)

Pedro Azulão Jr. (Cidadania)

PT / PCdoB / PV – partidos federados

Kátia Maria

Fabrício Rosa

Avante

Thialu Guiotti

PL

Willian Veloso

Podemos

Leia Klebia

PDT

Juarez Lopes

Compartilhar em:

Notícias em alta