Hoje é 22 de fevereiro de 2024 05:37
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 05:37

Manhãs devem continuar geladas em Goiás na próxima semana, segundo Cimehgo

Região centro sul do estado deve ter temperaturas mais baixas, podendo chegar a mínima de 10°C, já a máxima deve chegar a 34°C
Segundo o Cimehgo, há um alerta de atenção para a queda da umidade relativa do ar nos próximos dias | Foto: Reprodução

As manhãs devem continuar geladas em Goiás na próxima semana. A informação foi divulgada pelo Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás nesta sexta-feira (7/7). 

Segundo o Cimehgo, há um alerta de atenção para a queda da umidade relativa do ar nos próximos dias, que pode chegar a 22%.

O gerente do Cimehgo André Amorim explicou que a temperatura deve aumentar durante a tarde, deixando o clima mais quente. A temperatura máxima deve temperaturas máximas que podem chegar a 34°C. O destaque é para o centro sul do estado que deve ter temperaturas mais baixas, podendo chegar a mínima de 10°C.

De acordo com informações do Cimehgo, no inicio da próxima semana o friozinho começa a perder força, mas os goianos ainda devem precisar de cobertores e agasalhos. Já na metade da semana, as temperaturas vão aumentando gradativamente para dar adeus as manhãs geladas.

O gerente do Cimehgo, André Amorim, ainda reforça que o estado de atenção é considerado quando a umidade relativa do ar está entre 21% e 30%, isto porque o percentual ideal é acima de 60%. Além disso, ele destaca que nestes dias o tempo deve ficar mais seco gradativamente por volta das 11h até chegar no pico mais baixo por volta das 15h, quando a umidade pode chegar a 22%.

“Em agosto e setembro costumam ser os piores meses em relação a baixa umidade do ar, onde provavelmente entramos em estado de alerta e depois de emergência. Então, por enquanto não temos uma previsão de alívio para esse tempo seco”, diz André.

O inverno só termina no dia 23 de setembro. Em Golas, a presença de massa de ar seco predomina nesta época do ano, provocando a queda da umidade relativa do ar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta que a previsão da umidade relativa do ar para o período do inverno é uma média diária de 30%, com picos de queda abaixo dos 10%.

Compartilhar em:

Notícias em alta