Hoje é 22 de fevereiro de 2024 03:57
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 03:57

Maria Rita e Criolo se apresentam no Fica 2023, na Cidade de Goiás

Os dois artistas são as principais atrações musicais da 24ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental que deve levar grande público à antiga Vila Boa
Maria Rita se apresenta nesta sexta-feira | Foto: Divulgação

A cantora Maria Rita é uma das atrações musicais confirmadas do 24º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica). O tradicional evento começa nesta terça-feira (13/6) e segue até o dia 18 de junho, na Cidade de Goiás. 

O show gratuito da artista será no dia 16 de junho na praça de eventos, a partir das 22 horas e apresentará sucessos da sua carreira. O show da Maria Rita é uma apresentação do Sesc Goiás.

O evento contará com uma programação variada, incluindo mostras competitivas, minicursos, oficinas e laboratórios de cinema, sessões especiais de filme, première, homenagens, conferências, mesas de debate, rodas de conversa, tenda multiétnica e encontro das escolas de cinema. Ainda, uma extensa programação cultural, incluindo artistas locais e nacionais, como Criolo e Orquestra Filarmônica de Goiás junto com Roberto Menescal e Wanda Sá.

O Festival também anunciou os filmes selecionados para as mostras competitivas. Curtas e longas metragens nacionais e internacionais vão competir em três categorias: Mostra Internacional Washington Novaes; Mostra do Cinema Goiano e Mostra Becos da Minha Terra, que exibe produções da Cidade de Goiás. A lista completa dos filmes está disponível no link https://fica.go.gov.br/.

Para a Mostra Internacional Washington Novaes, a principal do Festival, foram selecionados seis longas-metragens e oito curtas-metragens, sendo seis filmes estrangeiros e oito brasileiros, incluindo três produções goianas. A Mostra do Cinema Goiano, que será palco de lançamentos de curtas goianos e de revelação de novos talentos da produção audiovisual, vai exibir 14 filmes. E para completar, a Mostra Becos da Minha Terra, que exibe produções da cidade de Goiás, contará com dez obras.

Além disso, um dos filmes ganhadores do Festival de Cannes deste ano terá sua avant première brasileira no Fica. Trata-se do longa A Flor de Buriti, do português João Salaviza e da brasileira Renée Nader, que retrata a resistência do povo Krahô, no norte do Tocantins, que será exibido durante sessão especial, no dia 17, às 20 horas. 

Também merece destaque o filme “Mari Hi – A Árvore dos Sonhos”, que será exibido na sessão especial de abertura, dia 13, às 18h30, que é dirigido pelo indígena Morzaniel Iramari Yanomami.

Um dos atrativos do Fica são os shows musicais de artistas de renome nacional e internacional. A noite de sábado será animada por show de Criolo, mas antes haverá apresentação da cantora Maduli. No domingo é a vez de Maria Eugênia, Ricardo Leão e Luiz Chaffin abrirem as apresentações da noite de encerramento. Na sequência, a Orquestra Filarmônica de Goiás promete uma apresentação especial, que contará com a participação do músico Roberto Menescal e da cantora Wanda Sá.

O documentarista e escritor João Moreira Salles também é presença confirmada no Fica 2023. Ele vai participar da conversa Arrabalde: Brasil e Amazônia, dia 17, às 10h30, no Cineteatro São Joaquim, quando vai falar sobre a Amazônia, a partir de uma experiência de seis meses vivendo na floresta, no estado do Pará, que resultou no livro Arrabalde – Em Busca da Amazônia, lançado em dezembro do ano passado, pela Companhia das Letras.

Durante a atividade, ele vai falar sobre a Amazônia e, na sequência, participará de um bate papo, que será conduzido pelo cineasta Pedro Novaes, coordenador artístico do Fica. É a primeira vez que Salles participa do Fica, promovido pelo Governo de Goiás.

Compartilhar em:

Notícias em alta