Hoje é 21 de fevereiro de 2024 12:37
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 12:37

Matrículas online para escolas e cmeis de Goiânia iniciam nesta segunda

Prefeitura de Goiânia lança processo de cadastro informatizado antecipado para o ano letivo de 2024
A data limite da pré-matrícula, marcada para o dia 8 de janeiro para escolas e 11 de janeiro para cmeis // Foto: Ascom Pref. de Goiânia

A partir desta segunda-feira, dia 4, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), inicia o período de inscrições online para o cadastro antecipado de matrículas em escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e Centros de Educação Infantil (CEIs). O processo, que se estende até o início de janeiro, visa agilizar e facilitar o acesso de novos estudantes à rede municipal de ensino.

O cadastro antecipado, disponível no site da SME clicando aqui, estará aberto até o dia 8 de janeiro para escolas e 11 de janeiro para Cmeis. O procedimento é o primeiro passo para garantir uma vaga no ano letivo de 2024 e é essencial para que as famílias participem da próxima fase do processo.

Para efetuar o cadastro é necessário acessar o site da SME, clicar na opção “E-matrícula” e selecionar a opção “Cadastro Antecipado”. Durante esta etapa, os responsáveis preencherão um formulário online com informações pessoais das crianças e estudantes, indicando também se fazem parte de grupos prioritários de acesso às vagas na Educação Infantil. O preenchimento do formulário ocorre em três passos:

Passo 1: Dados do Candidato e do Responsável

Os solicitantes fornecem dados da criança, como CPF e número do cartão do SUS, além de informações de contato e endereço. Também é necessário incluir dados do responsável, como nome, CPF, telefone e grau de parentesco.

Passo 2: Escolha do Grupo Prioritário

Nesta fase, os solicitantes podem selecionar uma das quatro opções de trabalho que possibilitam a inserção nos grupos prioritários da Prefeitura de Goiânia. A documentação comprobatória pode ser anexada, e os grupos prioritários correspondem a 50% das vagas, conforme Portaria nº 434 de outubro de 2021.

Passo 3: Dados Socioeconômicos

Os solicitantes informam dados socioeconômicos, como renda, tipo de moradia, fonte de energia, abastecimento de água, serviço de coleta de lixo e acesso à internet. Após inserir os dados, é necessário concordar com os termos de aceite e salvar as informações.

Ao final do processo, o sistema gera um número de protocolo. Beneficiários do programa Bolsa Família/Auxílio Brasil devem validar os dados em uma das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), caso a validação automática não ocorra. Da mesma forma, beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) também devem confirmar os dados em uma CRE.

A fase de pré-matrícula tem início em janeiro, e a SME orienta as famílias a acompanharem atentamente os prazos estabelecidos para garantir a vaga dos estudantes nos estabelecimentos de ensino municipais.

Compartilhar em:

Notícias em alta