Hoje é 21 de fevereiro de 2024 11:07
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 11:07

Meteorologia indica fortes chuvas em Goiás neste final de semana

Pesquisa internacional divulgada nesta semana prevê que 2024 seja o ano mais quente da história da humanidade
Goiânia e Aparecida podem ter pancadas de chuva e trovoadas isoladas em regiões específicas e temperatura que deve variar entre 21º C e 32º C hoje e amanhã // Foto: Portal Notícias Goiás

O Cimehgo emitiu alerta de risco potencial para chuvas intensas em algumas regiões de Goiás neste sábado (13). Pode haver rajadas de vento de até 40 km/h, afetando, entre outras cidades, Goiânia e Aparecida que segundo o Instituto Nacional de Meteorologia podem ter pancadas de chuva e trovoadas isoladas em regiões específicas e temperatura que irá variar entre 21º C e 32º C hoje e amanhã.

No norte, leste, sudoeste e oeste do estado, o risco é alto, com possibilidade de até 50 mm de chuva, enquanto no sul e centro, o risco é moderado, podendo atingir de 20 a 30 mm. A temperatura máxima permanecerá em torno de 30°C. Em Goiânia, a previsão é de variação entre nebulosidade, sol e pancadas de chuva isoladas, com temperatura máxima de 30°C e umidade relativa do ar variando entre 50% a 95%.

Em Catalão, espera-se 17 mm de chuva, com temperatura entre 20°C e 30°C e umidade relativa do ar variando de 50% a 95%. Anápolis pode ter chuva de 15 mm, com temperatura de 20°C a 27°C. Cristalina pode ter volume semelhante de chuva, com temperatura de 20°C a 28°C e umidade acima de 50%. Goianésia pode receber 12 mm de chuva, com umidade acima de 50% e temperatura variando entre 21°C e 31°C.

Em Alto Paraíso, a previsão é de 5 mm de chuva, com temperatura variando de 19°C a 27°C e umidade entre 50% e 95%. Porangatu e Caiapônia estão na mesma faixa de 5 mm de chuva, com temperaturas máximas de 33°C e 30°C, respectivamente. Palminópolis pode receber cerca de 6 mm de chuva, com temperatura máxima de 30°C. Em todo o estado, a umidade relativa do ar deve ficar entre 50% e 95%.

2024 pode ser o ano mais quente da história da humanidade

Este ano promete ser marcado por um calor intenso, com 33% de chance de superar 2023 como o ano mais quente e 99% de probabilidade de estar entre os cinco mais quentes já registrados, conforme revelado pelo novo relatório da Administração Nacional Oceânica Atmosférica (Nooa) dos Estados Unidos. O documento, divulgado em uma coletiva de imprensa on-line nesta semana, também destacou a queda recorde na cobertura de gelo marinho da Antártida. As temperaturas históricas foram registradas tanto na superfície do planeta quanto nos oceanos no ano passado.

Sarah Kapnick, cientista-chefe da Noaa, afirmou que 2023 foi oficialmente o ano mais quente da Terra, e alertou que continuaremos a presenciar recordes sendo quebrados e eventos extremos aumentando enquanto as emissões de gases de efeito estufa não atingirem zero. Kapnick destacou a surpreendente análise climática de 2023, enfatizando que não foi apenas o ano mais quente nos 174 anos de registro climático da Noaa, mas de toda a história. Além disso, a persistência das altas emissões humanas de gases de efeito estufa e a previsão de continuidade do fenômeno El Niño sugerem que 2024 também será marcado por temperaturas elevadas.

Compartilhar em:

Notícias em alta