Hoje é 23 de maio de 2024 21:43
Hoje é 23 de maio de 2024 21:43

Município de Jandaia sedia etapa do Circuito Centro-Oeste de Parapente

Competição reúne representantes de cinco estados em busca de ranqueamento para participar do Campeonato Brasileiro de Parapente
Competição realizada em Jandaia é uma das três etapas do Circuito Goiano de Voo Livre 2024: esporte tem colocado Goiás como referência nacional no turismo de aventura // Fotos: Divulgação

Acontece neste fim de semana no município de Jandaia, cerca de 100 km de Goiânia, a 1ª Etapa do Circuito Centro-Oeste de Parapente (Cico) 2024. A competição é uma das três etapas do Circuito Goiano de Voo Livre 2024, sendo as outras realizadas nas cidades de Formosa e Jaraguá. Em Jandaia, os voos começam nesta sexta-feira (26/4) e seguem até domingo (28).

Segundo os organizadores, a competição Cico é importante para preparação dos pilotos dos estados do Centro-Oeste e reúne representantes de cinco estados (GO, DF, MT, MS e TO) em busca de ranqueamento para classificação para participarem do Campeonato Brasileiro de Parapente.

Pilotos de todos os estados do Brasil também são convidados a participar, elevando o nível da competição, já que, segundo o regulamento da Confederação Brasileira de Parapente (CBVL), a participação em eventos homologados também pela Federação Aeronáutica Internacional conta pontos para ranqueamento também por seus estados. Todas as etapas do Cico são FAI2 (nível de competição internacional).

Também será realizada na cidade de Formosa uma competição de nível nacional, Campeonato Brasileiro de Parapente Sport. Esta competição nasceu da ideia de fazer um Campeonato Brasileiro para a categoria Sport. Haverá também duas etapas (nas cidades de Jandaia e Formosa) do Campeonato de Voo de Precisão, competição voltada para iniciantes no esporte. Tem como objetivo principal fomentar o esporte Voo Livre na modalidade parapente no Estado de Goiás e no Distrito Federal,

Goiás é referência nacional no turismo de esportes de aventura, segmento que atrai um público seleto, com elevado poder aquisitivo envolvendo famílias e grupos de amigos. De acordo com a organização, as competições de parapente em 2022 e 2023 (Circuito Centro-Oeste de Parapente e Encontro Nacional de Pilotos e Instrutores) resultaram em vários benefícios para o Estado de Goiás e municípios.

“Dentre eles, destacamos alguns números estimados, como mais de 500 pilotos inscritos e ou pilotos visitantes a cada ano, com gasto médio estimado de R$ 2 mil por piloto, além de hospedagem, transporte (carro, avião, ônibus), combustível, aluguel de carro, alimentação (bares, restaurantes), farmácia, diversos comércios locais (vestuário, produtos típicos da região etc.)”, explica Daniel Vasconcelos, vice-presidente da Federação Goiana de Parapente e um dos organizadores do evento.

Além disso, estima-se que o esporte seja responsável pela injeção de mais de R$ 1 milhão na economia goiana a cada ano, arrecadação de mais de 1,25 tonelada de alimentos doados a cada ano e palestra para mais de 500 alunos da rede pública a cada ano sobre preservação do meio ambiente, esporte e turismo.

Compartilhar em:

Notícias em alta