Hoje é 19 de julho de 2024 22:16
Hoje é 19 de julho de 2024 22:16

Onda de calor mantém alta temperatura em cidades goianas ao longo da semana

A baixa umidade do ar e a elevação em até 5 graus acima do normal seguirá até o próximo domingo, quando há previsão de mudança do tempo e chuva
Cidades goianas devem enfrentar uma média de calor entre 37 e 40 graus de acordo com Cimehgo / Foto: Felipe Fulquim

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê para essa semana a continuidade da onda de calor para todo o Estado de Goiás, e em outros estados da Região Centro-Oeste.

O Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo) informa que algumas cidades terão previsão de temperaturas acima dos 37 graus ao longo de toda a semana. São elas: Catalão (37º C), Goiânia (37,6º C), Goianésia (38º C), Cidade de Goiás (39º C), Porangatu (39º,5 C), Aragarças (40,4º C) e Itumbiara (40º C). No último sábado, dia 11, os termômetros bateram os 42º C no município de Britânia, no oeste do estado.

O Cimehgo também faz um alerta para a redução da umidade do ar e informa à população que há previsão de chuva e diminuição do calor a partir do dia 19 deste mês.

Temperaturas acima da média histórica

Nos últimos meses, o Inmet vem realizando uma análise meteorológica específica para o Brasil, utilizando dados de temperatura média do ar das estações meteorológicas do instituto espalhadas por todo o território nacional. De acordo com o levantamento, as temperaturas ficaram acima da média histórica nos meses de julho a outubro, como mostra a tabela abaixo:

Dentre os quatro meses consecutivos mais quentes deste ano, setembro apresentou o maior desvio (diferença entre o valor registrado e a média histórica) desde 1961, com 1,6ºC acima da climatologia de 1991/2020 (média histórica). 

Em 2023, os meses citados foram marcados por calor extremo em grande parte do País e eventos de onda de calor, reflexo dos impactos do fenômeno El Niño (aquecimento acima da média das águas do Oceano Pacífico Equatorial), que tende a favorecer o aumento da temperatura em várias regiões do planeta.

O Ministério da Saúde mantém as recomendações para a população se proteger em dias de calor extremo.

– Usar protetor solar;

– Evitar a exposição direta ao sol, em especial, entre às 10 e às 16 horas;

– Usar chapéus e óculos escuros;

– Proteger as crianças com chapéu de abas;

– Usar roupas leves e que não retêm calor;

– Diminuir os esforços físicos e repousar frequentemente em locais à sombra, frescos e  arejados.

– Beber líquidos, preferencialmente, água, sucos naturais, água de coco.

Compartilhar em:

Notícias em alta