Hoje é 22 de fevereiro de 2024 05:05
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 05:05

PC de Goiás cumpre em SP mandados contra grupo que aplicava golpe do falso leilão

Criminosos criavam sites falsos de empresas de leilão de veículos e captavam clientes que “arrematavam” o bem, mas, quando iam receber o veículo descobriam que se tratava de um golpe
Operação foi deflagrada pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos em conjunto com a Divisão de Crimes Cibernéticos da Polícia Civil de São Paulo // Fotos: Divulgação/PCGO

A Polícia Civil de Goiás realizou uma operação contra uma associação criminosa especializada em estelionato eletrônico na modalidade conhecida como falso leilão. O objetivo, segundo a assessoria de comunicação da PC/GO, foi cumprir três mandados de prisão e cinco de busca e apreensão contra uma associação criminosa, localizada na cidade de São Paulo.

A ação, denominada Operação Lance Seguro, foi deflagrada em 6 de dezembro pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), em conjunto com a Divisão de Crimes Cibernéticos da Polícia Civil de São Paulo.

A associação criminosa utilizava-se de sites falsos de leilão de veículos para atrair as vítimas e, após o cadastro e participação das vítimas em um falso leilão, elas eram induzidas a efetuar o pagamento do valor referente ao veículo supostamente “arrematado”, com a transferência dos valores para integrantes do grupo. Após o pagamento, quando as vítimas se deslocavam para o pátio da suposta empresa “leiloeira” para retirar o veículo, elas se davam conta de que o leilão era falso, pois não utilizaram o site verdadeiro da empresa.

De acordo com o delegado Altair Gonçalves, adjunto da DERCC, quem estiver interessado em arrematar algo em leilão pela internet, principalmente veículos, deve tomar uma série de cuidados.

“Verificar se o site tem domínio .com.br, que indica se está hospedado no Brasil, verificar o layout do site e também desconfiar de preços muito atrativos. E na dúvida procurar se informar melhor para evitar de cair nesse tipo de golpe”, explica Gonçalves, acrescentando que a polícia tem registrado muitos casos do golpe do falso leilão não apenas em Goiás, mas em todo o país.

Ainda de acordo com o delegado, caso desconfie que tenha caído no golpe, a pessoa deve imediatamente entrar em contato com seu banco para tentar bloquear ou reverter a transferência bancária referente ao pagamento do suposto arremate do bem.

Compartilhar em:

Notícias em alta