Hoje é 15 de abril de 2024 02:05
Hoje é 15 de abril de 2024 02:05

PM de Goiás ganha reforço de 669 novos policiais

Com conclusão do curso de formação, eles foram habilitados para executar atividades de policiamento ostensivo e preventivo
Primeira-dama Gracinha Caiado representa o governador na solenidade de formatura dos novos PMs: “Com a vitória de vocês quem ganha é toda a sociedade” // Fotos: Hegon Correa e Adalberto Silva

A Polícia Militar de Goiás vai receber reforço de 669 policiais. Eles concluíram o Curso de Formação de Praças da PM na quinta-feira (14/03) e, foram habilitados para, a partir de agora, executar atividades de policiamento ostensivo e de manutenção da ordem.

“Tenham a certeza do respaldo e todo apoio para que possam exercer o papel de combate à criminalidade e de proteção das famílias goianas em todos os quadrantes desse estado”, disse a coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado, que representou o governador Ronaldo Caiado na solenidade de formatura, em Goiânia.

Destacando que “a bandidagem não para”, a coordenadora observou que não será fácil a tarefa dos novos integrantes da PM, mas assegurou que “em Goiás, quem vence essa guerra todos os dias são vocês”.

“Com a vitória de vocês, quem ganha é toda a sociedade”, reforçou Gracinha, ao enaltecer o esforço dos formandos do curso destinado aos policiais aprovados no concurso público realizado em 2022.

O vice-governador Daniel Vilela (foto) afirmou que a gestão de Ronaldo Caiado, iniciada em janeiro de 2019, mudou a realidade na área da segurança pública, ao dar respaldo e motivar as forças policiais.

“Fazer parte dos quadros da PMGO é um exercício diário de responsabilidade, integridade e compromisso com Goiás. É por isso que são vocês que estão aqui hoje, estão qualificados para essa missão”, salientou Vilela.

O curso de formação foi ministrado nas dependências do Comando da Academia de Polícia Militar, em Goiânia, com a duração de 1.693 horas-aula para os 656 praças combatentes e 1.793 horas-aula para os 13 praças músicos. Com o término do curso, os novos policiais serão empregados em todo o estado e atuarão nos mais diversos serviços e unidades.

“Os formandos não entraram numa instituição para ter uma profissão. Todos têm verdadeiramente um sacerdócio. Não serão meros cumpridores de obrigações, mas terão comprometimento com todo o povo do estado de Goiás”, frisou o comandante-geral da PMGO, André Avelar.

Aprovados em concurso de 2012 obtém vitória no TJGO

A Quinta Turma Julgadora da Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Goiás entendeu pela nomeação de todos os aprovados do concurso da Polícia Militar de Goiás realizado em 2012. O acórdão, do último dia 11, beneficia os aprovados em cadastro de reserva. Ao todo, são 850 concursados, que lutam pela nomeação para os quadros da PMGO há mais de dez anos.

Desembargador relator do processo, Delinto Belo de Almeida Filho julgou procedente os pedidos iniciais do Ministério Público e reconheceu “o direito subjetivo à nomeação de todos os aprovados no certame regido pelo Edital n.º 001/2012, procedendo-se à sua nomeação (…) para os Soldados de 2ª Classe e para os Cadetes, isto é, até o total de 1.500 vagas, no primeiro caso, e até o total de 100 vagas no segundo caso”. Ele foi acompanhado de forma unânime.

Vale lembrar que, em julho de 2021, foi promulgada uma lei que autorizava o chamamento destes aprovados. A proposta foi colocada pelo hoje presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Bruno Peixoto (União Brasil), então líder do governo de Ronaldo Caiado (União Brasil) na Casa.

Compartilhar em:

Notícias em alta