Hoje é 21 de julho de 2024 17:09
Hoje é 21 de julho de 2024 17:09

Polícia Civil e Secretaria de Economia fazem operação contra sonegação de R$ 22 milhões

Foram cumpridos nesta manhã em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis, 11 mandados de busca e apreensão em quatro redes de drogarias com 72 unidades
A investigação apura crimes tributários, associação criminosa e falsidade ideológica, praticados por empresa que atua no varejo de medicamentos // Foto: Divulgação Polícia Civil

As equipes da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) e Secretaria de Estado de Economia, cumpriram nesta manhã de quinta-feira, dia 9, mandados em empresas e residências de investigados em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis.

Bruno Costa e Silva, delegado que investiga o caso, se pronunciou por meio de um vídeo sobre os detalhes da investigação em curso. “Identificamos até o momento quatro redes de drogarias com cerca de 72 unidades que estão associadas a dois escritórios de contabilidade que por meio de dois contadores, identificados até o momento, que fraudavam documentos para não pagar ou reduzir o valor original de muitos impostos”, revelou.

A investigação apura crimes tributários, associação criminosa e falsidade ideológica, praticados por empresa que atua no varejo de medicamentos. São cumpridos 11 mandados de busca e apreensão. De acordo com a Polícia Civil, os autores deixaram de recolher aproximadamente R$ 20 milhões aos cofres públicos através de falsas declarações e fraudes à fiscalização tributária.

O delegado da PC também falou sobre a origem ” Esses crimes estão acontecendo desde a metade do ano de 2022. Eles executam essas fraudes que geraram um prejuízo estimado em cerca de R$ 20 milhões. Iremos auxiliar o FISCO estadual na recuperação destes valores para responsabilizar criminalmente os envolvidos e recuperar esses valores sonegados”, destacou.

Compartilhar em:

Notícias em alta