Hoje é 23 de maio de 2024 21:00
Hoje é 23 de maio de 2024 21:00

Polícia investiga suposta fraude em licitação sobre obras de pavimentação 

De acordo com apurações, obras que já foram pagas, no valor de R$ 6 milhões, e que deveriam estar prontas, continuam inacabadas
Polícia acredita que apreensão de computadores e documentos devem confirmar o superfaturamento | Fotos: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Goiás cumpriu cinco mandados de busca e apreensão em Itapuranga, cidade que fica na região noroeste de Goiás. A Operação Overpriced aconteceu nesta terça-feira (10/10).

De acordo com informações da polícia, obras de pavimentação que já foram pagas, e deveriam estar concluídas, permanecem inacabadas.

As investigações começaram após agentes da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (DERCAP) após receberem denúncias de moradores, e vereadores da cidade. 

A primeira apuração foi referente a um contrato para a execução em obras de frenagem e pavimentação. Firmado em 2022, o contrato, com valor total de R$ 6 milhões, previa a conclusão das obras em 2023.

Todavia, a polícia concluiu que apesar do contrato já ter sido pago, as obras ainda estão longe de serem concluídas. Há também indícios de que os preços apresentados foram superfaturados.

Os mandados de busca e apreensão foram realizados em pastas da administração municipal, e em residências de empresários que são sócios das empresas contratadas. Nomes e idades dos investigados não foram divulgados pela polícia.

De acordo com o delegado Pedro Trajano, a apreensão de computadores e documentos devem confirmar o superfaturamento, além de levar a polícia aos nomes de outras pessoas envolvidas no esquema, e também à descoberta de outros contratos que tenham tido algum problema.

Até o fechamento desta matéria, a Prefeitura de Itapuranga não havia se pronunciado sobre o caso. 

Compartilhar em:

Notícias em alta