Hoje é 18 de junho de 2024 05:58
Hoje é 18 de junho de 2024 05:58

Prefeito Rogério anuncia aumento no número de caminhões e licitações para solucionar problema da coleta de lixo

Vereadores ouvidos pela reportagem do PORTAL NG consideram a crise na coleta de lixo como um problema que precisa ser solucionado de vez com a terceirização da contratação de caminhões coletores e eventual terceirização do serviço
Prefeito Rogério Cruz anunciou que a coleta de lixo será normalizada nos próximos dias: “Dobramos o número de veículos na coleta e acredito que até domingo o serviço já estará em dia” // Foto: Jackson Rodrigues

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), garantiu nesta quarta-feira (18/10) que a coleta de lixo será normalizada até o próximo domingo (23/10). Segundo ele, o serviço foi prejudicado pela falta de caminhões devido a problemas na manutenção. O prefeito frisou que a Comurg (Companhia Municipal de Urbanização de Goiânia) já disponibilizou 40 caminhões para o serviço e anunciou que nos próximos dias vai iniciar um processo de licitação para a contratação de 30 novos caminhões.

“Para essa situação emergencial, hoje começamos a trabalhar com 40 compactadores nas ruas, nos três turnos. Estávamos, nos últimos dias, com apenas 20, quer dizer, dobramos o número de veículos na coleta e acredito que até domingo o serviço já estará em dia”, afirmou Rogério Cruz, lembrando que os problemas da Comurg existem há anos e que uma das soluções será a licitação para contração de nova empresa para o serviço de coleta.

A prefeitura também fará outra licitação definitiva em breve para resolver de vez o problema da coleta de lixo em Goiânia, com a contratação de uma empresa que assumirá o serviço.

“É preciso lembrar que os problemas da Comurg não surgiram agora, existem há muitos anos. A Comurg não é a prefeitura, é uma empresa de economia mista. Antes, existia um modelo de contrato com a prefeitura que não era muito bem aceito juridicamente. Remodelamos esse contrato, com todas as descrições corretas do trabalho da Comurg, fizemos ajustes, e temos cobrado diariamente as soluções para todos os problemas encontrados. Temos reuniões quase que diariamente com a Comurg”, reforçou o prefeito.

Em entrevista à Rádio CBN, o prefeito também falou sobre o trabalho de Infraestrutura em Goiânia, garantindo que está realizando ações e intervenções para resolver problemas históricos, especialmente de drenagem urbana com mais de R$ 200 milhões de investimento. Ele também disse que a gestão trabalha para concluir o projeto do Corredor de Ônibus BRT, que corta a cidade de norte a sul, melhorando o transporte coletivo e a mobilidade.

Vereadores apontam necessidade de terceirização

Vereador Anselmo Pereira: “A burocracia muitas vezes emperra. É o que está acontecendo com os caminhões”

Apesar de terem concluído recentemente uma Comissão Especial de Investigação (CEI) que apurou irregularidades na Comurg, com relatório que não apresentou indiciamentos, apenas sugestões de ajustamento de conduta, os vereadores de Goiânia foram ouvidos pela reportagem do PORTAL NG sobre a crise na coleta de lixo, que tem prejudicado a cidade especialmente no mês de aniversário de 90 anos da capital.

“Todas as cidades têm problemas, mas Goiânia fez o dever de casa durante a pandemia, economizou mais de R$ 1,5 bilhão e agora estão sendo aplicados no programa Goiânia Adiante”, comentou o decano Anselmo Pereira (MDB), líder do prefeito na Câmara.

O parlamentar considera necessário a terceirização da contratação dos caminhões que fazem a coleta, para dar agilidade na prestação do serviço: “A burocracia muitas vezes emperra. É o que está acontecendo com os caminhões”, afirma.

De modo geral, ele disse que considera possível a terceirização do serviço de limpeza urbana realizado pela Comurg, “desde que não prejudique os trabalhadores da companhiae o acervo que ela tem”, observou, citando trecho do relatório da CEI da Comurg.

Sobre o acúmulo de lixo na cidade, ele diz que caminhões coletores estragaram no mesmo período, o que agravou o problema: “Mas isso não é justificativa, porque o serviço público deve ter previsibilidade”, pontuou.

A vereadora Lucíula do Recanto (PSD) aponta que os problemas na Comurg “se arrastam há vários anos e passou por outras gestões”.

“A bomba estourou agora na gestão de Rogério Cruz, mas o prefeito está correndo atrás, a gente está vendo o esforço. Tenho certeza de que isso será corrigido”, disse ao PORTAL NG.

Durante visita à Câmara de Vereadores, a deputada federal Adriana Accorsi também comentou, para o NG, a crise na coleta de lixo. Para ela, a situação é “muito grave”.

“Traz inúmeros dissabores para a população, inclusive na saúde, devido à transmissão de doenças”, destacou.

Compartilhar em:

Notícias em alta