Hoje é 22 de fevereiro de 2024 04:42
Hoje é 22 de fevereiro de 2024 04:42

Prefeitura de Goianésia paga desde o início do ano 7,43% de reajuste aos professores

Administração prevê para o primeiro semestre de 2024 atingir o índice estabelecido pelo MEC, de 14,95%
O Ministério da Educação definiu em R$ 4.420,55 o novo valor do piso salarial dos professores de escolas públicas. Um aumento de 14,95% com relação ao piso de 2022, que era de R$ 3.845,63 // Foto: Secom

Com reajuste de 7,43% realizado desde o início deste ano aos professores da rede pública do município, a prefeitura de Goianésia é uma das poucas cidades da Regional de Educação ao qual pertence, a fazer o aumento. Até o momento, o município já alcançou metade do índice de 14,95%, previsto pelo Ministério da Educação. Além de Goianésia, integram a Regional a cidade de Barro Alto, Jaraguá, Jesúpolis, Santa Isabel, Santa Rita do Novo Destino, São Francisco de Goiás e Vila Propício

Com a crise que os municípios brasileiros vêm passando no momento, no comprometimento referente aos repasses por parte do Governo Federal, diversas prefeituras não conseguiram conceder aumento na folha salarial dos profissionais da Educação.

O MEC definiu em R$ 4.420,55 o novo valor do piso salarial dos professores de escolas públicas. Um aumento de 14,95% com relação ao piso de 2022, que era de R$ 3.845,63.

Segundo a secretaria municipal de Educação, Goianésia deve alcançar no primeiro semestre de 2024 o índice de 14,95% de reajuste à categoria. Grande parte dos profissionais do setor reconhecem o esforço que a prefeitura vem desenvolvendo para valorizar e apoiar os trabalhadores da Educação.

Diversos cursos de qualificação foram realizados, resgatando a progressão horizontal, benefício de carreira que estava paralisado desde 2009. Outra ação importante da atual administração, após oito anos, foi a realização de um grande concurso público, para contratação de 379 servidores em diversas áreas da gestão municipal, sendo a maioria deles professores.

Compartilhar em:

Notícias em alta