Hoje é 23 de junho de 2024 20:42
Hoje é 23 de junho de 2024 20:42

Retomada do desfile cívico-militar marca aniversário de 90 anos de Goiânia

Reportagem do PORTAL NG conversou com moradores e políticos sobre a cidade de Goiânia e o atual momento por que passa a administração do prefeito Rogério Cruz
Suspenso nos últimos três anos, em consequência da pandemia, desfile cívico-militar atraiu pessoas de todas as idades na Avenida 24 de Outubro // Fotos: Jucimar de Sousa/Wesley Costa

Após três anos de suspensão em consequência da pandemia de Covid-19, o aniversário de Goiânia voltou a ser comemorado com o tradicional desfile cívico-militar. O evento reuniu populares e autoridades, entre elas o prefeito Rogério Cruz e o governador Ronaldo Caiado, na manhã desta terça-feira (24/10), na Avenida 24 de Outubro, em Campinas. A capital completa 90 anos.

O prefeito Rogério Cruz classificou o aniversário como um momento de muita alegria: “Estamos atentos a todas as necessidades para que possamos fazer a Goiânia que queremos. O trabalho da Prefeitura de Goiânia tem sido justamente nesse sentido, para promover qualidade de vida, gerar renda e emprego para a nossa Capital, que é pujante. Goiânia é uma cidade para todos, uma cidade que cresce cada vez mais”, afirmou o prefeito, falando ao PORTAL NG.

“Nossa querida cidade, Goiânia, ainda tão jovem completando seus 90 anos, tem muito para contar. Goiânia caminha para ser a Capital não só do estado de Goiás, mas como referência de qualidade de vida, renda per capita, emprego pleno para todo o Brasil”, destacou o governador Ronaldo Caiado.

O desfile do aniversário de 90 anos de Goiânia contou com mais de seis mil integrantes, entre militares (Marinha, Exército, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros) e civis das forças de segurança (Polícia Civil, Polícia Científica e Polícia Penal e Guarda Civil Metropolitana de Goiânia); alunos de escola municipais, estaduais e militares; representantes da cultura popular, além de desfile de motos, carros antigos e modernos.

Moradores se emocionam com desfile

Fundada por Pedro Ludovico Teixeira em 1933, Goiânia tem 1,4 milhão de habitantes e é atualmente a décima maior cidade brasileira em população, segundo o Censo do IBGE de 2022. A cidade surgiu da necessidade de modernização do estado, já que a antiga capital, Goiás, não possuía condições ideais e também representava a velha oligarquia política que dominava o estado na República Velha (1889/1930). A mudança da capital se consolidou com os novos ventos trazidos pela Revolução de 1930, liderada por Getúlio Vargas, que se tornou presidente e nomeou Ludovico interventor no estado, em oposição aos Caiado, que dominavam a política regional.

Entre as pessoas que assistiam ao desfile cívico-militar nesta terça-feira, estava Francisca Chagas. Aos 65 anos, ela relembrou, emocionada, sua época como policial militar no Ceará: “Para mim, esse é um dos momentos mais emocionantes. Poder assistir ao desfile me faz lembrar que, há muito tempo, eu desfilava também. A emoção que sinto é muito grande”.

Eliete Rodrigues, 59 anos, vive em Goiânia desde seu nascimento e destaca seu amor pela Capital.

“Amo minha cidade. Sempre assisto ao desfile porque esse é um momento muito importante, que fez falta durante os anos de pandemia. Fico feliz que agora retornou”, comentou a moradora.

Políticos comentam atual momento da cidade

A reportagem do PORTAL NG ouviu também políticos a respeito dos 90 anos da capital. O secretário Municipal de Cultura, Zander Fábio, enalteceu o festejo e elogiou o empenho do prefeito Rogério Cruz como gestor da capital.

“A gestão do prefeito Rogério tem investido no social, investido na cultura, educação e tem mexido em algumas feridas que nenhum gestor anterior tinha tocado, abriu a caixa-preta da Comurg”

Denes Pereira, secretário de Infraestrutura, também apontou a responsabilidade da atual gestão e coragem em priorizar obras de drenagem que, em princípio, não dão holofotes, mas que garantem uma melhora significativa na vida da população.

“Estamos caminhando, realizando e assumindo obras em várias frentes, asfalto, recapeamento, construção de viadutos, modernização da iluminação, construção de várias unidades de saúde e educação, muitas obras que foram negligenciadas por anos por outras administrações, enfim, muita infraestrutura para que Goiânia possa continuar, por mais 90 anos, sendo essa cidade pujante e acolhedora”, disse.

Acompanhando o governador Ronaldo Caiado, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha avaliou o evento como “uma festa muito linda”. O político almeja disputar a prefeitura da capital em 2024, mas aguarda um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral, tendo em vista que ele foi eleito prefeito de Aparecida nas duas últimas duas eleições (2016 e 2020) e a lei não prevê três mandatos seguidos no mesmo cargo executivo.

“Foi feita a consulta (ao TSE), muita expectativa, quem possa eu possa colocar meu nome à disposição do cidadão goianiense”, comentou Gustavo.

Compartilhar em:

Notícias em alta