Hoje é 18 de junho de 2024 05:31
Hoje é 18 de junho de 2024 05:31

Semana MEI orienta e capacita os empreendedores na gestão de seus negócios

Goiás terá ações on-line e presenciais em 78 municípios e cerca de 9.500 atendimentos para a população durante os dias 20 a 24 de maio
Organizado pelo Sebrae Nacional, o evento está em sua 15ª edição e conta com uma programação gratuita Foto: Sebrae Goiás

A Semana do Microempreendedor Individual (MEI) acontece dos dias 20 a 24 de maio e tem o objetivo de orientar e capacitar os empreendedores a fazerem uma gestão mais eficiente dos seus negócios, além de incentivar a formalização de trabalhadores autônomos que ainda não trabalhem com um CNPJ.

Organizado pelo Sebrae Nacional, o evento está em sua 15ª edição e conta com uma programação gratuita de cursos, oficinas, palestras, orientações e consultorias em diversas áreas de gestão, como marketing, finanças, planejamento, legislação e empreendedorismo. Os participantes podem entrar também na Semana do Empreendedor On-line com palestrantes renomados.

Em Goiás 78 cidades terão ações presenciais para as quais os interessados podem se inscrever por este link. Para conferir os cursos remotos é preciso entrar neste link onde se encontra toda a programação e o formulário para participar.

Segundo a gestora estadual da iniciativa, Thalita Dias, esse projeto pode beneficiar os trabalhadores de diversas formas. “A Semana do MEI desempenha um papel crucial na promoção do empreendedorismo no Brasil. Ela incentiva a formalização de trabalhadores autônomos e oferece capacitação e orientação para os empreendedores com conteúdo relevante para seus negócios. Ao estimular o empreendedorismo o evento contribui para o desenvolvimento local”, analisa a gestora.

A modalidade de Microempreendedor Individual, de acordo com o Sebrae, oferece facilidade de formalização com um registro simples e rápido. Outra vantagem é a carga tributária reduzida que inclui, em um valor fixo mensal, impostos como INSS, ICMS e ISS, descomplicando a gestão financeira da empresa e garantindo o acesso aos benefícios previdenciários.

Com esse registro o negócio pode funcionar de forma completamente legal, emitindo notas fiscais eletrônicas e a possibilidade de contratar até um funcionário com carteira assinada, se enquadrando nas regras específicas da modalidade. Essa modalidade permite ainda parcerias comerciais e participação em licitações públicas. “Todas essas vantagens possibilitam o crescimento dos negócios, a geração de empregos e a movimentação da economia”, explica Thalita.

Sebrae Goiânia Foto: Reprodução

Goiás é o estado com maior número de MEIs da região Centro-Oeste

Com base em um levantamento feito pelo Governo Federal, existem mais de 15,6 milhões de microempreendedores no país. Desses, 1,32 milhões estão no Centro-Oeste, dos quais 565.758 estão registrados em Goiás.

O estado corresponde a 3,61% do total nacional e abriga o maior número de MEIs da região. Dados da Receita Federal obtidos em maio de 2024 mostram que o número de empresas goianas formalizadas e “ativas” é 448.798 e tem uma média de idade de 3,3 anos.

Os segmentos com mais empresas em funcionamento são Moda e Confecções, Casa e Construção, Estética e Beleza e Serviços de Alimentação, sendo que a maioria dos proprietários tem entre 26 e 40 anos.

O número de empresas cadastradas nesse regime tributário reflete a importância de promover a capacitação dos gestores. Como afirma o superintendente do Sebrae Goiás, Antônio Carlos de Souza Lima Neto: “Com números expressivos em todo o país e em Goiás, o MEI se consolida como uma opção estratégica para quem busca iniciar ou expandir um negócio e o Sebrae está preparado para atender essa demanda”.

Toda a programação do evento e os links para a inscrição podem ser encontrados na plataforma do Sebrae Goiás.

Compartilhar em:

Notícias em alta