Hoje é 24 de maio de 2024 07:07
Hoje é 24 de maio de 2024 07:07

Temperaturas amenas pela manhã e quentes a tarde, massa de ar frio chega até Goiás

Pode acontecer também a aparição de neblina nas primeiras horas do dia, como explica o gerente do Cimehgo
Manhãs goianienses têm temperaturas mais amenas e possibilidade de neblina, segundo o Cimehgo Foto: Portal NG

Goiás deve ter temperaturas mais amenas nas primeiras horas do dia, é o que afirma André Amorim, gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo). A previsão é de sol e calor durante a tarde e um amanhecer mais “friozinho”, com mínimas de até 15ºC em algumas regiões.

Essa amplitude térmica é causada por uma massa de ar de origem polar que consegue chegar até o centro do país, porém não tem intensidade suficiente para alterar os termômetros durante todo o dia. “Predomínio de sol, temperaturas mais elevadas no período da tarde e mínimas mais amenas ali, não é aquele friozão, mas um friozinho logo pela manhã, vai existir”, comenta o gerente do Cimehgo sobre o tempo em Goiás nos próximos dias.

Quem acorda cedo pode notar também uma forte neblina nas cidades. O fenômeno é também chamado de nevoeiro ou bruma e é causado pela condensação da umidade presente no ar em forma de vapor. O que diferencia os eventos é a visibilidade, enquanto a neblina prejudica a visão em um espaço menor do que mil metros, a névoa pode impedir que se enxergue a uma distância maior.

Entretanto, as cidades goianas não têm previsão de chuvas para os próximos dias e têm índices de umidade relativa do ar que variam de 30% a 40%, fazendo com que os municípios fiquem em observação. Esse fator é importante e ressalta a necessidade de se atentar aos cuidados com a saúde, aumentando a ingestão de água e evitando tomar sol nos horários das 10h às 16h.

É preciso se atentar também para a prevenção de incêndios. As regiões norte, leste, sul, oeste e central de Goiás têm um risco moderado de que essas queimadas associadas a fatores climáticos possam ocorrer. Nesse período de estiagem, muitos incêndios são provocados por pessoas que jogam bitucas de cigarros no mato seco, colocam fogo no lixo ou tentam fazer a limpeza de áreas com as chamas, ações que podem sair do controle e causar danos à natureza.

Compartilhar em:

Notícias em alta