Hoje é 24 de maio de 2024 07:19
Hoje é 24 de maio de 2024 07:19

Torcedores são presos suspeitos por organizar ataques violentos contra rivais

No último evento em que o grupo se enfrentou, fogos de artifício foram usados como armas e um jovem perdeu parte da visão
Torcedores são presos suspeitos por organizar ataques violentos contra rivais Foto: Polícia Civil

Seis integrantes de torcidas organizadas rivais foram presos manhã desta terça-feira (23/04) em Trindade e Goiânia. A operação da Polícia Civil por meio do Grupo Especial de Proteção ao Torcedor foi batizada de Contra-ataque e investiga uma série de episódios violentos envolvendo os integrantes e simpatizantes da Força Jovem e do Comando Noroeste depois de jogos do Campeonato Goiano.

Um dos episódios em que os investigados supostamente teriam se enfrentado aconteceu no dia 9 de março, no Setor Santa Efigênia em Goiânia. Testemunhas que estavam no local registraram a briga, nas imagens os integrantes das torcidas disparam fogos de artifício contra os rivais. Momentos depois a gravação é tomada pela fumaça produzida pelos artefatos.

No último evento em que fogos de artifício foram usados como amas, um jovem que estava no local acabou ferido. Depois de ser atingido por um rojão ele perdeu parte da visão.

Em nota a Associação da Força Jovem Goiás afirmou que repudia ato de vandalismo ou de violência, deixando claro que não tolera tais ações. O Comando Noroeste também se manifestou, a advogada Valquíria Borges de Miranda, informou que tais atitudes não representam a torcida e que estarão à disposição da justiça para quaisquer outros esclarecimentos.

O delegado responsável pelo caso, Samuel Moura, afirmou que os homens detidos possuem inúmeras passagens pela polícia e que os ataques supostamente organizados por eles podem ter deixado outras vítimas. Os suspeitos devem responder pelos crimes de associação criminosa, lesão corporal grave e roubo majorado.

Compartilhar em:

Notícias em alta