Hoje é 21 de fevereiro de 2024 12:12
Hoje é 21 de fevereiro de 2024 12:12

Vanderlan assume PSD em Goiás com foco em 2024: ‘Partido para crescer precisa disputar eleições’

Senador substitui Vilmar Rocha, que afirma que a sigla terá candidato próprio a prefeito de Goiânia no próximo ano
Senador Vanderlan Cardoso assume direção do PSD: “Partido está pronto para crescer ainda mais” // Fotos: Kevin Lucas

O senador Vanderlan Cardoso, que está no quinto ano do mandato, assumiu a presidência estadual do Partido Social Democrático (PSD) em Goiás. A posse aconteceu na noite de quinta-feira (1/6), em cerimônia reservada a membros do partido, mas um evento aberto, ainda sem data, será realizado para marcar a chegada de Vanderlan à presidência.

Empresário e ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso ocupa atualmente a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. No Senado, Vanderlan tem focado na defesa de pautas municipalistas, além dos interesses dos empresários.

“Temos um trabalho sustentável de defesa e apoio aos municípios. Fui prefeito, sei o que se passa em cada um dos 246 municípios goianos”, afirma.

O parlamentar acredita que esse trabalho nas bases será importante para o crescimento do PSD em Goiás.

“Vamos continuar trabalhando para que o partido tenha cada vez mais relevância”, explica o novo presidente da sigla.

A troca de comando na direção estadual do PSD, segundo Vanderlan, ocorreu de forma consensual e teve apoio unânime dos dirigentes do partido. Ao assumir, o novo presidente destacou a importância do antecessor, Vilmar Rocha, que conduziu o PSD desde o nascimento da sigla, após anos filiado no antigo PFL, incorporado ao União Brasil após mudar de nome para DEM.

“Hoje o PSD goiano é um dos partidos mais organizados do estado. E isso se deve ao trabalho que foi realizado pelo presidente Vilmar Rocha, que tem grande experiência política e capacidade de aglutinação. Graças a isso, o partido está pronto para crescer ainda mais”, avalia Vanderlan Cardoso.

O senador afirma que o trabalho para fortalecer o partido nas eleições de 2024 e 2026 já começou.

“Partido para crescer precisa disputar eleições, e o PSD tem nomes importantes para apresentar à sociedade”, disse.

Vilmar Rocha: partido terá candidato a prefeito de Goiânia

Após 12 anos à frente do PSD em Goiás, o ex-deputado federal Vilmar Rocha afirma que deixa o comando da legenda mas vai “continuar no baile”. Ele foi candidato a senador no ano passado para marcar posição da legenda, obtendo somente 1,77% dos votos.

“Vou continuar participando da política, debatendo ideias, discutindo projetos. Não preciso de mandato e nem de partido para fazer política”, completou o professor de Direito, acrescentando que, inclusive, será candidato em 2026.

“A quê? Não sei. Vai depender das circunstâncias, do partido, mas serei candidato e em fevereiro de 2026 eu vou anunciar a que cargo”, diz.

Vilmar foi um dos fundadores do PSD no Brasil e o primeiro presidente do partido em Goiás. A legenda é forte nacionalmente. Tem a maior bancada no Senado, com 16 senadores, inclusive com o presidente Rodrigo Pacheco, e tem 43 deputados federais. Em Goiás, no último pleito, elegeu um deputado federal (Ismael Alexandrino) e dois deputados estaduais (Cairo Salim e Wilde Cambão).

Vilmar diz ainda que a passagem do bastão para Vanderlan ocorreu de forma consensual.

“Tive várias conversas com o presidente nacional [Gilberto] Kassab sobre esse assunto. O partido está fazendo essas mudanças em vários estados e está sendo tudo de forma bem tranquila”, garantiu.

Mesmo não ocupando cargo na direção estadual do PSD, Vilmar segue como membro da executiva nacional do PSD e diretor de Relações Institucionais da Fundação Espaço Democrático, órgão de estudos do partido, e garante que atuará pela forte pela legenda em Goiás e no Brasil.

“O partido é muito novo e a nossa grande meta é de formar um grande partido de centro e fugir dessa polarização”, destaca.

Em Goiás, o foco agora são as eleições municipais do ano que vem. Em Goiânia, segundo ele, o partido terá candidato próprio.

“O PSD deve ter candidato em Goiânia em 2024, mas queremos também fortalecer o partido no interior. Eu vou continuar trabalhando e contribuindo para isso”, concluiu.

Compartilhar em:

Notícias em alta