Hoje é 15 de abril de 2024 04:04
Hoje é 15 de abril de 2024 04:04

Videomonitoramento reforça combate à criminalidade em Aparecida de Goiânia

Equipado com 3,2 mil câmeras, sistema monitora áreas urbanas com grande fluxo, unidades de saúde, escolas e CMEIs
Prefeitura firma que vários exemplos demonstram a efetiva funcionalidade do sistema de videomonitoramento, como recuperação de veículos roubados e prisões em flagrante // Fotos: Divulgação

Para monitorar prédios públicos, praças, ruas e avenidas em tempo real, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia implantou nos últimos anos um moderno sistema de videomonitoramento. Centenas de pontos estratégicos da cidade são monitorados 24 horas por dia.

A iniciativa, segundo a prefeitura, inibe a prática criminosa e auxilia as forças de segurança na investigação e elucidação de ocorrências de diversas naturezas. Atualmente, 503 câmeras de última geração estão em operação, garantindo auxílio efetivo às diferentes instituições que atuam no combate à criminalidade.

O videomonitoramento urbano é realizado no Centro de Inteligência Tecnológica (CIT), localizado na Cidade Administrativa, sede da prefeitura. No local, agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Samu e SMTA trabalham simultaneamente na fiscalização dos principais pontos da cidade com maior incidência de delitos.

Para alimentar o sistema de informações e vigilância, a prefeitura implantou uma rede de fibra ótica com mais de 700 quilômetros de extensão, que possibilita o trânsito de dados de forma rápida e integrada. O videomonitoramento é parte do projeto Cidade Inteligente.

O prefeito Vilmar Mariano afirma que o sistema batizado de ‘Olhos de Águia’ melhora a segurança e também economiza recursos humanos e financeiros.

“A tecnologia é uma ferramenta importante em todas as áreas da administração, sobretudo na segurança pública. Uma única câmera consegue mapear uma área em que seria necessário empregar diversos agentes para realizar patrulha. A vigilância permanente permite, por exemplo, que as forças de segurança possam antecipar ações para evitar furtos, roubos e outros crimes”, destaca.

Vilmar reforça que o videomonitoramento garante também a segurança em prédios públicos, como escolas e unidades de saúde.

“Tivemos um caso em que os agentes do videomonitoramento flagraram a invasão de uma escola e em menos de cinco minutos uma equipe da Guarda Civil Municipal já estava no local para deter os meliantes”, conta.

“São várias as ocorrências que comprovam a efetividade do nosso sistema. Além disso, as imagens ficam arquivadas e servem como provas para futuras investigações policiais”, completa o prefeito.

Câmeras protegem Escolas, Cmeis, postos de saúde

Além de monitorar as principais vias da cidade, o sistema da Prefeitura de Aparecida também monitora prédios públicos. Escolas, CMEIs e postos de saúde contam com sistema de vigilância interno. Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Sandro Cristopher, detalha a efetividade dos equipamentos utilizados no monitoramento.

“Nossas câmeras, que são de última geração, possuem zoom de 30 vezes e conseguem monitorar em 360 graus uma área de mais de dois mil metros com imagens de alta qualidade”, diz, pontuando, ainda que, o equipamento inibe ações delituosas e ao mesmo tempo assegura maior segurança aos servidores e usuários desses locais.

Ele explica ainda a capacidade de armazenamento das imagens: “Nosso data center é um dos maiores utilizados na gestão pública no Brasil e consegue armazenar 4,6 pentabytes”.

Recuperação de veículos e prisão de assaltantes

A prefeitura afirma que vários exemplos demonstram a efetiva funcionalidade do sistema de videomonitoramento. Entre as ocorrências registradas pela GCM, estão veículos roubados ou furtados que foram recuperados, flagrante de invasão a prédios públicos e até mesmo prisão de assaltantes que estouraram caixas eletrônicos de uma agência bancária na cidade.

No final de 2021, a GCM recuperou um veículo que havia sido furtado. Foi através do sistema de monitoramento que os agentes localizaram o veículo na Avenida Bela Vista, no Parque Flamboyant. Uma equipe de Ronda Ostensiva Municipal (Romu) foi acionada e conseguiu prender o condutor e recuperar o carro.

As câmeras de videomonitoramento do Centro de Inteligência Tecnológica (CIT) de Aparecida auxiliaram na captura dos suspeitos e na identificação dos veículos utilizados no roubo a Caixa Econômica localizada na Avenida Independência, Setor Village Garavelo. Dois dos cincos envolvidos no crime foram identificados pelo sistema e posteriormente presos.

A GCM também conseguiu evitar que objetos da Escola Municipal Francisco Rafael Campos, no Conjunto Planície, fossem furtados. O flagrante aconteceu na madrugada por meio de câmeras da Central de Videomonitoramento de Aparecida. Duas mulheres que invadiram a unidade de ensino foram presas em flagrante, quando planejavam fugir com objetos furtados.

Sistema é modelo para outras cidades

Ainda de acordo com a prefeitura, o sistema de videomonitoramento de Aparecida de Goiânia é considerado um dos mais modernos do Brasil e serve de modelo para outras cidades. Nos últimos anos, gestores de vários municípios goianos e até de outros estados conheceram presencialmente e elogiaram a estrutura do CIT e a funcionalidade de todo sistema.

“Vim conhecer o videomonitoramento com minha equipe e nossa proposta é contribuir com a segurança da cidade. Conheço bem essa cidade e a determinação do governador Ronaldo Caiado e ampliar os convênios com os municípios. Pelo que estou vendo aqui hoje, Aparecida será referência para outros municípios”, afirmou o secretário de Segurança Pública de Goiás, Renato Brum, quando visitou as instalações do CIT.

Números do videomonitoramento

• 1.632 Câmeras instaladas em unidades escolares

• 1.140 Câmeras instaladas em unidades de saúde

• 503 Câmeras em operação no monitoramento urbano

• Total: 3.275

Compartilhar em:

Notícias em alta