Hoje é 21 de julho de 2024 16:45
Hoje é 21 de julho de 2024 16:45

Cinco pessoas são presas suspeitas de fraudar venda de carros em Goiânia

Operação da DEIC cumpriu ainda o sequestro de R$ 1,4 milhão dos investigados que supostamente teriam negociado os automóveis em desfavor de lojas de veículos seminovos, locadoras e concessionárias
Operação Mediatio prende cinco pessoas suspeitas de fraudar vendas de carros em Goiânia. Foto: Polícia Civil

Cinco pessoas foram presas nesta quinta-feira (13), em uma ação da Polícia Civil, por meio do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), em Goiânia.

A Operação Mediatio investiga a negociação de ao menos 26 automóveis, que, segundo os policiais, foi feita de forma fraudulenta em desfavor de lojas de veículos seminovos, locadoras e concessionárias.

Os agentes cumpriram também cinco mandados de busca e apreensão, quebras de sigilo bancário e o sequestro de bens e direitos com um valor somado de R$ 1,4 milhão.

O advogado José Baccim representa as vítimas e explica que esse golpe tinha uma aparência de licitude, visto que os veículos eram negociados pelo preço que normalmente se encontra no mercado. Entretanto, com o passar do tempo, se viu que as vendas eram feitas de forma fraudulenta. “Por meio de uma representação criminal, nós conseguimos juntar essas informações desembaralhar essa teia de aranha que foi construída e trazer as informações para a DEIC.”, explicou o advogado.

A investigação apura a prática de estelionatos sequenciais, furto qualificado, falsificação de documento particular e falsidade ideológica no contexto de associação criminosa. Crimes pelos quais, segundo o delegado Caio Menezes, os suspeitos podem ser autuados. “Estamos falando de estelionatos sequenciais, então tem o somatório dessas penas”, afirmou.

Compartilhar em:

Notícias em alta