Hoje é 19 de julho de 2024 20:59
Hoje é 19 de julho de 2024 20:59

Ministra Cida Gonçalves vem a Goiânia nesta 4ª-feira para encaminhar trabalhos da Casa da Mulher Brasileira

Articulação para trazer o espaço para Goiânia começou em 2013, quando a deputada federal Flávia Morais fez a solicitação e conseguiu a aprovação no plenário da Câmara Federal
Ministra Cida Gonçalves com a deputada Flávia Morais: “Mesmo com a Lei Maria da Penha, ainda temos uma crescente nos casos de feminicídio e violência contra a mulher”, diz a parlamentar goiana // Foto: Divulgação

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, vem a Goiânia, nesta quarta-feira (19/7), para reunião de trabalho sobre a Casa da Mulher Brasileira, que oferecerá atendimento humanizado a mulheres vítimas de violência. A ministra será recebida pela líder da bancada goiana no Congresso Nacional, deputada Flávia Morais, em reunião com as deputadas federais, estaduais e vereadoras de Goiânia.

Depois Cida Gonçalves se reunirá com a equipe do Paço Municipal e órgãos que estarão diretamente envolvidos nas atividades da Casa da Mulher Brasileira, como Guarda Civil Municipal, Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça e Polícia Civil. A ministra também tratará sobre o encaminhamento da obra que está em andamento no Setor Goiânia II. A construção tem recursos federais e o investimento para a primeira etapa foi de R$ 12,5 milhões.

Flávia Morais conta que a articulação para trazer este espaço para Goiânia começou em 2013, em seu primeiro mandato como deputada federal.

“Fizemos uma indicação, que foi aprovada no plenário da Câmara Federal, solicitando a Casa da Mulher Brasileira para Goiânia. Este é um processo que vem caminhando há muitos anos e teve o reforço de várias solicitações. Hoje a gente sabe que está bem avançado e reforçamos a importância de ter este espaço de acolhimento para as mulheres”, explica.

A deputada ainda destaca que é preciso união das parlamentares goianas para ampliar as ações de amparo e incentivo às mulheres.

“Hoje temos em Goiás seis deputadas federais. É uma marca histórica, nunca tivemos isso. E mais quatro deputadas estaduais. Somos dez. Com certeza isso faz a diferença para que a gente possa consolidar e melhorar as políticas públicas para o nosso Estado”, avalia.

A cada 4 horas uma mulher sofre violência no país

Dados da Rede de Observatórios da Segurança apontam que a cada quatro horas, uma mulher sofre algum tipo de violência. Em Goiás, foram registrados 57 feminicídios em 2022, número 5% maior que o registrado em 2021, quando houve 54 casos.

“Nós precisamos trabalhar juntas. Porque mesmo com a Lei Maria da Penha, mesmo os índices de violência diminuindo em todos os tipos de crime, ainda temos uma crescente nos casos de feminicídio e nos crimes de violência contra a mulher”, defende Flávia Morais.

A Casa da Mulher Brasileira é uma inovação no atendimento humanizado a mulheres vítimas de violência. O projeto integra no mesmo espaço serviços especializados em saúde, justiça, educação e economia. Há um processo de acolhimento desde a entrada das vítimas, passando por triagem e atendimento psicossocial, acesso à Justiça, ao Ministério Público e à Defensoria Pública.

O local também dispõe de alojamento temporário para a mulher e crianças de até 12 anos. A Casa ainda oferece educação financeira, qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho, com o intuito de ajudar as mulheres a superarem a dependência econômica, um dos principais obstáculos para as vítimas se libertarem das situações de violência.

A Casa da Mulher Brasileira foi criada em 2013. Dez anos após o lançamento, há casas em apenas sete cidades brasileiras. As unidades estão em Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), São Paulo (SP), Boa Vista (RR), São Luís (MA) e Ceilândia (DF). Em março deste ano, o governo federal anunciou a criação de mais 40 casas e fez o compromisso de contemplar todas as capitais.

Serviço:

Assunto: Ministra Cida Gonçalves realiza reunião sobre a Casa da Mulher Brasileira, em Goiânia

Quando: 19/07 (quarta-feira)

12h: Reunião com parlamentares

Onde: Rua R-06, Qd. R-08, Lt. 16 – Setor Oeste

14h: Reunião com órgãos públicos

Onde: Paço Municipal

Compartilhar em:

Notícias em alta